Home > Notícias

iPhone e Mac impulsionam lucro da Apple

Vendas da companhia cresceram 27%, com 6,8 milhões de iPhones comercializados, mas Apple está cautelosa com 1º tri.

Macworld/Reino Unido

21/10/2008 às 19h13

Foto:

A Apple reportou nesta terça-feira (21/10) lucro de 1,14 bilhão de dólares para o quatro trimestre de 2008 frente a receita de 7,9 bilhões de dólares, quase quatro vezes mais que os 2,2 bilhões de dólares referentes ao mesmo período de 2007.

No período, cada ação da Apple teve lucro de 1,26 dólar. O resultado representa um aumento em relação ao lucro de 904 milhões de dólares registrado no mesmo trimestre do ano passado.

> 5 coisas a se esperar dos resultados da Apple

Apesar do bom resultado no trimestre, a empresa, que tem fama de ser cautelosa na estimativa dos resultados, está prevendo um próximo trimestre abaixo das expectativas dos analistas de Wall Street.

A companhia alega prudênca e estima faturamento entre 9 bilhões de dólares e 10 bilhões de dólares em seu primeiro trimestre fical, época que coincide com o Natal. Os analistas estavam esperando 10,57 bilhões de dólares.

Vendas de Mac, iPod e iPhones

A companhia comercializou 2,6 milhões de Macs, 11 milhões de iPods e 6,8 milhões de iPhones durante o período, segundo seus dados financeiros.

Na comparação direta com o mesmo trimestre de 2007, as vendas da linha Mac subiram 21%, enquanto a de iPods representou aumento de 8%.

É entre os iPhones, porém, que está o maior aumento de comercialização - 6,8 milhões em 2008 contra 1,1 milhão no ano anterior, crescimento de mais de seis vezes.

"A Apple divulgou um dos melhores trimestres de sua história, com uma performance espetacular entre os iPhones - vendemos mais aparelhos que a RIM", alfineta o fundador e CEO da Apple, Steve Jobs, no anúncio oficial.

O balanço contradiz o rebaixamento no nível de investimento das ações da Apple que as consultorias RBC Capital e Morgan Stanley promoverem prevendo que a baixa demanda no mercado de laptops e micros de mesa prejudicariam os resultados da empresa nos próximos meses.

Segundo o CFO da Apple, Peter Oppenheimer, a companhia prevê faturamento entre 9 bilhões de dólares e 10 bilhões de dólares, cifra considerada "prudente" pelo executivo pela instabilidade financeira.

Jobs, por sua vez, afirma que não sabe como a instabilidade financeira afetará a Apple.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail