Home > Notícias

iPhone é muito mais valorizado do que Android na hora de vender, diz estudo

Segundo Priceonomics, aparelhos da Apple mantém mais de 50% do seu valor para revenda, enquanto que smartphones com SO da Google alcançam 42%.

IDG News Service / EUA

10/02/2012 às 10h40

Foto:

O iPhone é um melhor investimento do que qualquer outro smartphone porque possui um maior valor de revenda do que um aparelho com Android, e também é menos caro de se ter, de acordo com um estudo do site Priceonomics. Resumindo: se você ficar com um iPhone por 18 meses e decidir revendê-lo, conseguirá mais dinheiro do que por qualquer outro smartphones parecido com sistema Android ou BlackBerry.

Segundo a pesquisa, o iPhone mantém 53% do seu valor, contra 42% do Android e 41% do BlackBerry – isso significa cerca de 312 dólares (nos EUA) se você decidir revender seu iPhone antigo em sites como o eBay ou Craiglist.

Os dados foram fornecidos pelo site de guia de preços Priceonomics, que mantém registros de telefones usados e compara os preços atuais dos usados com os preços dos novos aparelhos (sem contrato) no dia que são lançados. O estudo analisou todos os modelos do iPhone, cerca de 70 aparelhos Android e outros 30 modelos BlackBerry.

O levantamento também mediu os custos de propriedade de um iPhone contra um aparelho Android, se você vender seu telefone ao final de um contrato de 18 meses com a operadora. O site descobriu que, nesse modelo, o hardware do iPhone te custa apenas 13 dólares por mês, enquanto que os telefones Android ficam cerca de 40% acima disso.

“Você pode comprar um iPhone 4S hoje e vendê-lo alguns meses depois no mercado de usados por quase o mesmo preço que pagou nele novo. No entanto, se você comprar o mais recente smartphone Android, alguns meses depois ele perde centenas de dólares em valor”, aponta o estudo. “Em todos os estágios, o iPhone mantém mais do seu valor original do que os telefones Android e BlackBerry. Mesmo quatro anos depois, você pode vender um iPhone de primeira geração por 110 dólares.

No entanto, os modelos mais baratos do Android não perdem tanto valor quanto seus semelhantes mais caros e completos. O estudo descobriu que aparelhos como o Motorola Triumph, o HTC Wildfire, e o Samsung Exhibit 4G, mantém quase 86% do seu preço médio original. Um apontamento interessante do estudo do Priceonomics é que se você gastar alguns dólares a mais para comprar um iPhone de maior capacidade, isso não adicionará muito ao valor de revenda do aparelho, uma vez que 100 dólares extras adicionam apenas cerca de 10 dólares ao preço do smartphone usado.

Além disso, a pesquisa não menciona software dos smartphones usados, mas fica aparente que o fato de os usuários de iPhone poderem atualizar facilmente para a versão mais recente do iOS também é algo que adiciona valor ao preço de revenda, ao contrário dos aparelhos Android, uma vez que muitos deles são lançados com versões antigas do sistema e nunca são atualizados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail