Home > Notícias

iPhone ganha aplicativo para uso militar

Raytheon anuncia software que usa o celular para exibir a posição das tropas e trocar informações estratégicas entre os soldados

Macworld/EUA

18/12/2009 às 14h31

Foto:

Os militares adoram o iPod touh, por seus aplicativos de tradução de idiomas, e também por conta de recursos para o cálculo de balística e para o compartilhamento de dados.

Se a empresa Raytheon tiver sucesso em sua nova empreitada, poderemos ver o iPhone também como um dos gadgets preferidos dos militares.  A empresa acaba de anunciar o One Force Tracker, um aplicativo para o campo de batalha que tira proveito de algumas tecnologias do celular da Apple.

O software usa o GPS do smartphone e um mapa do campo de batalha para identificar a posição das unidades e mostrar planos de batalha diretamente de um servidor, em tempo real.

iphonemilitar
iPhone vai à guerra: posição dos soldados na tela

Também inclui recursos de rede social para a comunicação dos planos de batalha, exibição de relatórios, chamadas de emergência ou simplesmente a troca de mensagens de texto entre os soldados.

Para que o produto se torne totalmente funcional, a Raytheon terá que solicitar à Apple que faça alguns ajustes no sistema operacional do iPhone para este aplicativo de uso militar.

O GPS, por exemplo, terá que reportar a posição do aparelho mesmo quando o aplicativo não estiver aberto e visível para o usuário. E, mais importante, será necessário que uma rede de comunicação esteja sempre disponível para os iPhones onde os soldados estiverem, o que a Apple também precisará suportar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail