Home > Notícias

iTunes Store terá plano para download ilimitado de músicas, diz site

Segundo Bloomberg, usuários pagariam uma assinatura e poderiam baixar quantas músicas quisessem; Apple pretende oferecer o serviço até julho.

PC World/ EUA

04/03/2011 às 15h28

Foto:

A iTunes Store – loja de conteúdo e aplicativos da Apple – em breve, passará a oferecer downloads ilimitados de músicas, diz uma reportagem da agência de notícias Bloomberg. Para ter acesso irrestrito, o usuário pagaria uma assinatura – não ficou claro a periodicidade – e poderia distribuir as canções por todos os dispositivos que possua – naturalmente, só aqueles compatíveis, como iPhones, Macs e PCs (com iTunes).

Segundo a Bloomberg, que cita três pessoas que não quiseram se identificar, a empresa de Steve Jobs já estaria em conversações com as principais gravadoras, como Warner Music, Sony Music, Universal Music e EMI. A previsão é que até julho o serviço esteja disponível.

A nova abordagem estaria de acordo com o pensamento da empresa. Ela pensa que o usuário prefere baixar a música e tê-la para si em vez de ouvi-la por streaming, como ocorre com serviços como Rhapsody e Spotify, muito populares na Europa. Desta forma, a restrição que a Apple impõe sobre o conteúdo adquirido – músicas e aplicativos, por exemplo, só podem ser compartilhados com até cinco dispositivos – deixaria de existir.

Gravadoras
O que se questiona é que tipo benefícios a Apple ofereceria às gravadoras para que elas concordassem com seu plano. As empresas do ramo têm se mostrado reticentes com o grande poder obtido pela dona do iTunes e podem se negar a conceder ainda mais privilégios a ela.

É possível que a Apple tenha que pagar muito mais às gravadoras para que possa oferecer o serviço – desta forma, este custo também seria repassado ao consumidor final. Quando as músicas sem DRM – que impede que a mesma música seja copiada para inúmeros dispositivos – foram lançadas na iTunes Store, em 2009, o preço delas era 30 centavos de dólar maior que as que vinham com a restrição.

De qualquer forma, se a Apple conseguir a autorização para oferecer músicas sem limite de download, não será nenhuma surpresa se o próximo passo for fazer o mesmo com filmes e seriados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail