Home > Notícias

Jobs decidiu patentear tudo após perder processo de US$100 milhões pelo iPod, diz NYT

Segundo jornal norte-americano, cofundador da empresa tomou decisão após Apple ser derrotada na justiça por companhia de Cingapura.

Macworld / Reino Unido

09/10/2012 às 11h36

Foto:

O cofundador da Apple, Steve Jobs, tomou a decisão de patentear tudo que sua empresa cria após um processo sobre o iPod que custou 100 milhões de dólares aos cofres da companhia, informa o jornal norte-americano The New York Times.

Segundo o veículo, uma empresa de Cingapura chamada Creative Technology registrou uma patente para a “aparelho portátil de reprodução de música” no mesmo ano em que a Apple lançou o iPod, que tinha muitas similaridades com a patente em questão.

Quando a patente foi concedida para a Creative Technology em 2006, a empresa decidiu processar a Apple por violação, e o processo resultou em a Apple relutantemente tendo que pagar uma multa de 100 milhões de dólares.

Após a derrota no processo por patentes, Jobs disse aos seus gerentes sêniores que “vamos patentear tudo” do então novo iPhone, informou um ex-executivo da Apple em entrevista ao NYT.

A reportagem informa que a Apple realiza “sessões mensais de divulgações de invenções” em que três advogados de patentes e um grupo de engenheiros de software se encontram e discutem suas novas invenções. “Isso é uma patente”, dizem os advogados.

samsungapple_435.jpg

Samsung e Apple protagonizam uma das principais disputas por patentes da atualidade

“Mesmo que soubéssemos que não seria aprovada, entraríamos com o pedido de qualquer maneira”, disse um ex-advogado da Apple em entrevista ao NYT. “Se serve de alguma coisa, pelo menos evita que outra companhia tente patentear a ideia.”

“A Apple sempre defendeu a inovação”, disse a empresa em uma declaração para o NYT. “Para proteger nossas invenções, patenteamos muitas das novas tecnologias desses produtos revolucionários e definidores de categorias. Nos raros casos em que tomamos medidas legais em uma disputa de patentes, é apenas como último recurso.”

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail