Home > Notícias

Jobs estava certo? Filmes via streaming vão superar DVDs e Blu-rays em 2012

Estudo prevê que o número de conteúdos reproduzidos via streaming nos EUA deve mais do que dobrar neste ano, chegando a 3,4 milhões.

Da Redação

26/03/2012 às 14h39

Foto:

Parece que o ex-CEO da Apple, Steve Jobs, estava certo em não adotar o Blu-Ray em nenhum aparelho da Apple e retirar os leitores de DVD de alguns Macs. Isso porque o número de filmes assistidos via streaming nos Estados unidos este ano será maior do que os em Blu-ray e DVD pela primeira vez, de acordo com a empresa de pesquisa IHS Screen Digest.

Segundo o portal Bloomberg, a quantidade de filmes reproduzidos via streaming (transmissão em tempo real) mais do que dobrará em  2012 em relação ao ano passado, passando de 1,4 milhão para 3,4 milhões; enquanto 2,6 milhões de vídeos foram assistidos em Blu-Ray e DVD em 2011 – mas neste ano o número deve apresentar queda para 2,4 milhões.

Planos de serviços ilimitados de streaming de conteúdos, como Netflix, NetMovies, iTunes Store e Amazon têm se popularizado nos Estados Unidos, e em menor escala no Brasil, desde o ano passado, substituindo DVDs, Blu-rays e CDs.

Leia Mais: Gravadora consegue bloquear acesso a mais de 100 sites de streaming de músicas

No estudo, os serviços de filmes pagos da Amazon e do Netflix representaram mais de 94% do consumo digital.

O relatório destaca a diferença de preços dos conteúdos comercializados online e em lojas físicas: 51 centavos (de dólar) por filme assistido online, em comparação com os 4,72 dólares cobrados pelo aluguel de mídias. “Estamos vislumbrando o começo do fim da era de filmes físicos”, declarou Dan Cryan, analista sênior da IHS. “Mas a transição deve tomar tempo: quase 9 anos depois do lançamento da iTunes Store, os CDs ainda são parte vital do mercado musical.”

facebook foto 3D

No Brasil, novos serviços de vídeo tem sido anunciados nos últimos meses, como o Submarino On Demand, que permite que você alugue ou compre filmes (com preços que variam entre 5 e 7 reais), sem precisar pagar por um plano mensal. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail