Home > Notícias

Justiça multa TorrentSpy em US$ 111 milhões por violar direito autoral

Segundo associação dos produtores de filmes dos EUA, empresa destruiu provas; site de torrents encerrou atividades em março.

IDG News Service/EUA

08/05/2008 às 17h31

Foto:

Uma corte da Califórnia, nos Estados Unidos, multou o TorrentSpy.com, buscador de arquivos em redes P2P, em cerca de 111 milhões de dólares por infração de direitos autorais.

A Motion Picture Association of America (MPAA) revelou que a juíza Florence-Marie Cooper iniciou o julgamento contra os operadores do TorrentSpy em dezembro do ano passado, afirmando que eles destruíram evidências relacionadas a um processo da MPAA contra os mesmos.

Em maio de 2007, o TorrentSpy perdeu uma ação judicial e teve que apresentar os registros e IPs dos usuários, para apoiar o processo da MPAA - mas o TorrentSpy nunca cumpriu esta ordem.

A empresa que opera o TorrentSpy, Valence Media, tirou o site do ar em março deste ano. A empresa faliu.

A juíza Cooper emitiu um mandado permanente, proibindo a empresa de infringir direitos autorais. Caso não cumpra as ordens, serão cobrados 30 mil dólares por cada infração.

“O fim do TorrentSpy é uma vitória para os estúdios e demonstra que estes sites não poderão continuar a operar sem encarar um processo”, afirma o chairman da MPAA, Dan Glickman.

Segundo o Ibope//NetRatings, no Brasil, 9,4 milhões de brasileiros baixam conteúdo na internet - por redes P2P ou sites de compartilhamento de conteúdo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail