Home > Notícias

Kindle e iPad ganham concorrente de US$ 149

Leitor de e-books Kobo será vendido a partir de julho pela rede de livrarias Borders, nos EUA, e virá com 100 livros

Computerworld/EUA

25/03/2010 às 17h58

Foto:

Preço. Esse deve ser o principal atrativo do leitor de e-books anunciado na quarta-feira (24/3) pela Kobo, de Toronto (Canadá), durante a conferência CTIA Wireless 2010, em Las Vegas (EUA).

O Kobo eReader será vendido por 149 dólares (110 dólares a menos que o Kindle 2 - um iPad custa 499 dólares) pela livraria americana
Borders a partir de meados de julho, e virá pré-carregado com 100 livros
clássicos

"Quando vim à CES em 2009, havia duas empresas de e-reader, e quando retornei este ano, este número já havia aumentado para 160", disse Michael Serbinis, CEO da Kobo. Kobo é um anagrama para "book" (livro), explicou.

Enquanto para muitos analistas os e-books morderão apenas 3% do mercado total de livros em cinco anos, Serbinis disse ter conversado com grandes editoras e, para elas, esse número estará perto de 25% em cinco anos.

"A demanda por e-books acelerou tremendamente", garantiu.

Aplicativo padrão
Outra razão pela qual a Kobo espera ser bem aceita pelo mercado é que ela anunciou um aplicativo padrão de leitura chamada "Powered by Kobo", que será usado em uma série de e-readers a serem lançados ainda este ano. A Kobo já tem aplicativos de leitura de e-book para iPhone, BlackBerry, Palm Pre e Android, e terá um para o iPad. "Os consumidores querem escolha e a liberdade de ler em qualquer aparelho", disse Serbinis.

A Barnes & Noble, uma grande concorrente da Borders, começou a oferecer seu aparelho Nook no fim de 2009 e, assim como o Amazon, que produz o Kindle, também planeja oferecer uma aplicação para rodar no iPad.

Diferentemente de alguns e-readers que se conectam a uma rede sem fio para baixar livros, o Kobo pode se conectar a determinados smartphones por meio de Bluetooth, ou a PCs e laptops por meio de um cabo USB. Ele pesa 200 gramas, mede 18,4 x 12 cm e tem 1 GB de memória - suficiente, segundo o fabricante, para cerca de mil livros.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail