Home > Notícias

Kodak encerrará produção de câmeras, filmadoras e porta-retratos digitais

Transição deve acontecer ainda na primeira metade de 2012, e representará uma economia de US$ 100 milhões para a empresa.

Rafael Rigues, PCWorld Brasil

09/02/2012 às 13h17

Foto:

A Kodak anunciou nesta quinta-feira o fim da produção de câmeras digitais, filmadoras portáteis e porta-retratos digitais, o que significa efetivamente a saída da empresa destes mercados ainda na primeira metade de 2012. A decisão é parte de uma revisão estratégica dos processos da empresa, que pretende focar nas partes "mais valiosas" de seu negócio. Segundo o comunicado oficial (em inglês), a mudança pode representar uma economia operacional de mais de US$ 100 milhões por ano. 

Entretanto a marca Kodak pode não sumir do mercado de fotografia digital, já que a empresa pretende expandir acordos de licenciamento. Ou seja, outros fabricantes poderão desenvolver produtos com a "grife" Kodak. É uma estratégia que outras empresas, como a GE e a Polaroid, também adotaram nos últimos anos.

A Kodak irá continuar atuando no mercado de acessórios para câmeras, equipamentos para revelação, impressoras jato-de-tinta para o consumidor, aplicativos para smartphones e redes sociais e o Kodak Gallery, um serviço de compartilhamento de imagens. A empresa promete honrar a garantia de seus produtos, bem manter em funcionamento o serviço de assistência técnica.

Ainda não há informações sobre como a decisão irá afetar a comercialização dos produtos Kodak no Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail