Home > Notícias

Last.fm inicia oferta de faixas e álbuns inteiros gratuitamente

Rede social baseada em música oferece serviço em beta público com o apoio de grandes gravadoras e artistas independentes

Por Redação do IDG Now!

24/01/2008 às 11h13

Foto:

Os usuários da rede social de músicas Last.fm passaram a ouvir, a partir de quarta-feira (23/01), faixas e álbuns musicais inteiros gratuitamente por meio do serviço.

Leia mais:

A ação é planejada há anos, segundo post de Richard Jones no blog da Last.fm. A rede tem apoio das gravadoras EMI, Sony BMG, Universal e Warner, além de diversos artistas e gravadoras independentes.

“Tornamos disponível online - e gratuitamente - o maior acervo legal de músicas. Esta é a forma que acreditamos ser correta”, escreveu Jones.

No Brasil, o cantor, compositor e Ministro da Cultura Gilberto Gil manifestou opinião parecida, criticando o modelo "mastodôntico" das gravadoras e afirmou, esta semana, que planeja lançar suas músicas primeiro na internet.

As faixas completas na Last.fm são oferecidas, por enquanto, nos Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha. A rede musical se esforça em expandir o serviço a outros Países, de acordo com Jones.

Esta versão beta inicial permite que cada música seja tocada até três vezes gratuitamente, antes que o usuário seja alertado sobre uma possível inscrição no serviço - este será anunciado em breve, mas o blogueiro não revela quando.

As gravadoras e artistas são pagos cada vez que alguém ouve uma faixa. A Last.fm usa uma parte do lucro obtido com os anúncios no site para tal.

Artistas independentes também podem se inscrever gratuitamente para oferecer suas produções.

Jones conta ainda que a Last.fm trabalha para oferecer músicas completas com enfoque no desktop e “além”.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail