Home > Notícias

Lenovo começa a produzir e vender servidores e workstations no Brasil

Máquinas das linhas ThinkServer e ThinkStation serão produzidas em uma nova fábrica em Itu, no interior de São Paulo. Soluções de storage da LenovoEMC completam o portfólio.

Rafael Rigues

18/02/2014 às 23h50

Foto:

A Lenovo anunciou nesta terça-feira o início da produção e comercialização no Brasil de servidores e workstations (estações de trabalho). São ao todo seis máquinas nas famílias ThinkServer e ThinkStation, projetadas para atender às necessidades de uma pequena empresa até uma grande corporação.

Produção nacional

Os novos servidores e workstations serão produzidos em uma fábrica em Itu, no interior de São Paulo. Inaugurada em Dezembro de 2012, a unidade tem 52 mil metros quadrados de área construída e emprega no total mais de mil funcionários, com uma capacidade máxima de produção de até 200 mil máquinas por mês, embora atualmente esteja preparada para metade deste número. 

A linha de produção conta com 750 funcionários trabalhando em dois turnos. A Lenovo trabalha em conjunto com o SENAI em Itu para qualificação de mão de obra, e também absorveu parte da força de trabalho da fábrica da Flextronics em Sorocaba, que montava produtos Lenovo antes da inauguração da unidade de Itu.

De acordo com Wladimir Janousek, Diretor de Manufatura na Lenovo, a fábrica atualmente produz desktops, notebooks e All-In-Ones das linhas Think (para o mercado corporativo) e Idea (para o mercado consumidor), mas é capaz de produzir qualquer um dos produtos que a Lenovo comercializa no país, em suas variadas configurações.

Componentes como as placas-mãe, inclusive para os servidores, são produzidos em Manaus na fábrica da Digiboard, parte do grupo CCE, que foi adquirida pela Lenovo em Setembro de 2012. Itens como memória RAM e discos rígidos são nacionalizados de acordo com as metas definidas pelo governo para o Processo Produtivo Básico, o PPB, enquanto outros são importados de fornecedores no exterior.

blackfriday50889ciodgf.jpg

A fábrica também abriga um Centro de Reparos, que atualmente é responsável pela manutenção em garantia de todos os tablets, smartphones e TVs da CCE comercializados no país, além de alguns produtos da Lenovo em caráter inicial. Segundo Eduardo Hernandez, Chefe do Centro de Reparos, a instalação é capaz de reparar até 45 mil unidades por mês, sendo que no último mês foram reparadas 14 mil unidades.

Servidores para todos os tamanhos

A linha de servidores ThinkServer é composta por três modelos, batizados de TS140, RD540 e RD640. O TS140 é o modelo de entrada, com gabinete em torre e projetado para pequenos escritórios ou consumidores que estão adquirindo seu primeiro servidor. A máquina é equipada com processador Intel Xeon e suporta até quatro discos rígidos, que podem ser agrupados em várias configurações RAID para maior proteção dos dados. Além disso conta com recursos de gerenciamento remoto com a tecnologia Intel AMT 9.0. 

lenovo_thinkserver_rd540-580px.jpg
Lenovo ThinkServer RD540

Os ThinkServer RD540 e RD640 são modelos de alto desempenho projetados para “aplicações de computação intensiva em aplicativos colaborativos ou com cargas de trabalho de tráfego web pesadas”, segundo a fabricante. Ambos são baseados em processadores Intel Xeon E5-2600 v2, com até 24 núcleos por máquina e 320 GB de RAM. O modelo RD640 conta com cinco slots PCI para expansão, além de uma ampla variedade de opções para conexão a rede.

A Lenovo também oferecerá aos clientes soluções de armazenamento (storage) da LenovoEMC, desenvolvidas por uma joint-venture com a EMC Corporation. 

Estações para vários mercados

A linha de workstations ThinkStation é composta por três modelos, E32, S30 e D30, projetados para atender as demandas de mercados como Arquitetura, Engenharia, Construção, Mídia e Entretenimento, Óleo e Gás, Finanças, Educação e Saúde. 

A ThinkStation E32 é uma workstation de entrada, que em sua configuração básica é equipada com um processador Intel Xeon E3-1225 com 4 núcleos operando a 3.2Ghz, 4 GB de memória RAM ECC e uma GPU NVIDIA K600. Além disso pode ser configurada com processadores Intel Xeon E3-12xx, até 32 GB de memória GPU NVIDIA K2000. Custará a partir de R$ 4.500, com o preço variando de acordo com a configuração.

lenovo_thinkstation_e32-580px.jpg
Lenovo ThinkStation E32

A ThinkStation S30 é uma estação de médio porte para médias empresas, que suporta processadores Intel Xeon das famílias E5-16xx e E5-26xx com até oito núcleos e 20 MB de cache, até 256 GB de memória RAM ECC e GPU NVIDIA K5000 com 4 GB de memória dedicada. O preço inicial sugerido é de R$ 7.600,00.

Por fim a ThinkStation D30 é direcionada ao segmento de altíssimo desempenho, e pode ser configurada com até processadores Intel Xeon da famíília E5-26xx com até oito núcleos e 20 MB de cache cada, além de até 512 GB de RAM ECC e traz até duas GPUs NVIDIA K6000 com 12 GB de memória cada. O preço inicial sugerido é de R$ 8.000,00. 

Segundo a Lenovo, os novos produtos estarão disponíveis nos canais de venda a partir de março.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail