Home > Notícias

Lenovo lança seu primeiro smartphone no Brasil

Empresa chinesa descarta canibalização entre Motorola e nova marca. Aparelho Vibe 7010 custa R$1.300 e tem leitor de impressão digital.

Luiz Mazetto

04/12/2015 às 13h09

lenovovibe.jpg
Foto:

Dona da Motorola desde 2014, quando comprou a fabricante do Google, a chinesa Lenovo anunciou nesta sexta-feira, 4/12, o lançamento de uma nova marca de smartphones no Brasil. Chamada de Vibe, a linha de celulares já é conhecida na Ásia e tem em nosso país a sua porta de entrada para a América Latina, onde a Motorola já caiu nas graças dos usuários. O foco principal parecem ser empresas chinesas que atuam por aqui, como Asus e Xiaomi.

O primeiro aparelho da marca no mercado brasileiro (e latino-americano) é o Vibe A7010 (sim, as empresas ainda usam esses nomes extremamente fáceis de lembrar), lançado na China há cerca de uma semana, de acordo com a empresa.

As especificações incluem tela Full HD de 5,5 polegadas, câmera traseira de 13MP (com Flash duplo LED) e frontal de 5MP, processador octa-core 64-bit, 2GB de RAM, 32GB de espaço de armazenamento (expansível para até 128GB via micro SD) e som Dolby Atmos.

Como já virou padrão no Brasil, o Vibe A7010 traz suporte para dual-chip e redes 4G, conta com uma bateria de 3300 mAH, suficiente para “uso por um dia tranquilamente”, segundo a Lenovo, e traz como diferencial um leitor de impressões digitais na parte traseira, logo abaixo de câmera – a fabricante diz que é o aparelho Android mais barato no mercado com tal recurso.

Também merece destaque o fato do aparelho trazer botões de navegação na parte interior da tela, a exemplo do Moto Maxx, e o fato de pesar apenas 160 gramas, o que torna bastante confortável o uso do Vibe A1070, conforme o IDG Now! notou em testes rápidos após o anúncio. 

Preço e disponibilidade

Fabricado em Jaguariúna, interior de São Paulo, o smartphone começa a ser vendido no final da próxima semana com preço sugerido de 1.300 reais e está disponível nas cores branca e preta. As vendas serão feitas pela loja online da Lenovo e nas principais redes varejistas do país, além das operadoras.

Sem canibalização

Questionados sobre uma possível canibalização entre os smartphones da Motorola e da Vibe no Brasil, os executivos da Lenovo descartaram essa possibilidade e disseram ter pesquisado bem o mercado local antes de se decidirem pelo lançamento.

De acordo com eles, uma pesquisa feita pela empresa mostra que a canibalização do Vibe com a linha Moto seria de apenas 12%, enquanto que os novos aparelhos teriam uma força quatro vezes maior para ajudar a conquistar usuários contra rivais com os quais a empresa não conseguia lutar com os aparelhos Motorola.

A Lenovo ainda destacou que possui um pensamento a longo prazo para as duas marcas no Brasil e acredita fortemente que existe um outro público que podem atingir com a Vibe.

Apesar das marcas serem separadas, a Vibe terá suporte de toda a assistência técnica da Motorola existente no país.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail