Home > Notícias

LG lança o Ultrabook mais fino do mundo

XNote Z330 tem apenas 1,47 cm de espessura, e traz processadores Intel Core i5 ou i7 e tela de 13.3 polegadas

Melanie Pinola, PCWorld EUA

06/12/2011 às 20h05

Foto:

A LG está entrando no mercado de Ultrabooks com o lançamento do finíssimo XNote Z330. Ele se parece muito com o MacBook Air da Apple, e infelizmente compartilha um preço igualmente alto.

Assim como os outros Ultrabooks, o XNote Z330 é um portátil com uma tela de 13,3 polegadas equipado com um processador Intel Core de segunda geração (família Sandy Bridge) e um disco de estado sólido no lugar de um HD. Dois modelos estarão disponíveis: o Z330-GE55K tem um processador Core i7 e um SSD de 256 GB, enquanto o Z300-GE30K tem um processador Core i5 e um SSD de 120 GB.

lg_xnote_z330-360px.jpg
LG Xnote Z330: apenas 1,47 cm de espessura

A LG destaca recursos de seu aparelho como o tempo de boot de menos de 10 segundos, graças à tecnologia “Rapid Start”, e a estreita borda ao redor da tela, com o máximo de espaço possível ocupado pela tela.

O Z300 tem apenas 1,47 cm de espessura e pesa 1,29 Kg, o que o torna o Ultrabook mais fino até o momento, mas não por muito. O Lenovo IdeaPad U300s também é finíssimo, com apenas 1,49 cm em sua borda mais fina. Mas o mais importa é que o Z330 é mais fino e leve que a máquina que o “inspirou”. O MacBook Air de 13” tem 1,7 cm de espessura e pesa 1,34 Kg.

Por enquanto disponível apenas na Coréia do Sul, o Z330 tem um preço que é ainda mais alto do que o cobrado pela Apple pelo MacBook Air, segundo o site Engadget. São 1.700.000 Won (cerca de US$ 1.500) pelo modelo com processador Core i5, e 2.600.000 Won (cerca de US$ 2.300) pelo modelo com processador Core i7 e um SSD com maior capacidade.

Ultrabooks foram criticados por sua estratégia de preços focada na faixa dos US$ 1.000 (o que é caro para o mercado norte-americano), isso sem falar em modelos como o Asus Zenbook UX31 que erraram o alvo. A não ser que a LG reduza o preço do Z330 quando ele chegar ao mercado dos EUA, ele provavelmente não será capaz de sobreviver aos concorrentes, que aumentam em número a cada dia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail