Home > Notícias

Liberte seus dados armazenados no Google

Google Takeout permite obter cópias de seus dados armazenados em vários serviços da empresa, mas ainda é limitado

Christopher Null, PC World EUA

27/08/2012 às 16h50

Foto:

Em junho do ano passado a Google apresentou o Google Takeout (algo como Google “Pra Viagem”), um serviço projetado para permitir que você veja tudo o que a empresa sabe sobre você e recupere uma cópia destes dados com um clique. O serviço é tão fácil de usar que praticamente dispensa documentação: basta fazer login com seu usuário e senha do Google em www.google.com/takeout, escolher de quais serviços baixar os dados (ou baixar tudo de uma vez) e pronto. Com o Takeout você pode obter:

  • Listas de todos os contatos no GMail e círculos do Google+
  • Cópias de todos os documentos no Google Docs
  • Cópias de todas as fotos no Picasa
  • Informações básicas sobre os dados pessoais em seu perfil do Google+
  • Links para todos os artigos que você marcou como +1 no Google+
  • Registro completo de chamadas no Google Voice, incluindo transcrições

Tudo isso chega em um arquivo compactado (.zip) que, quando descompactado, gera uma pasta para cada serviço. O formato dos dados pode variar, de acordo com o serviço de onde eles vieram.

googletakeout_360px.jpg
Escolha que dados baixar no Google Takeout

O que não vem no Takeout

O mais surpreendente sobre o Takeout não é a quantidade de dados arquivados detalhando seus hábitos online, é a quantidade de informações sobre sua “vida” no Google que não estão inclusas. A empresa afirma que irá continuar adicionando serviços ao Takeout, mas aqui está uma lista parcial do que você não consegue, por enquanto.

  • Seu histórico de buscas
  • Seu histórico de conversas no Google Talk
  • Detalhes de transações no Google Wallet e Google Checkout
  • Sua atividade no YouTube
  • Posts criados no Blogger
  • Lista de eventos no Google Calendar
  • Dados do Google Health
  • Favoritos armazenados ou sincronizados no Chrome
  • Informações de localização no Google Latitude
  • Qualquer coisa relacionada ao seu smartphone Android, incluindo informações de conta e downloads feitos via Google Play
  • Qualquer coisa envolvendo serviços como o AdWord, Finance e outros

A lista me surpreendeu não porque é longa, mas porque a Google retém informações sobre a maioria destes serviços, se não todos. Você pode ir em www.google.com/history para ver seu histórico de busca, por exemplo.

Ainda assim é possivel conseguir uma cópia de informações não inclusas seguindo os tutoriais publicados no site do Data Liberation Front (algo como “Frente para Libertação dos Dados), uma iniciativa operada pelos engenheiros que criaram o Google Takeout. Lá há informações detalhadas sobre como obter as informações de cerca de duas dúzias de outros serviços da Google.

Libertação vs. Exclusão

Lembre-se que o Google Takeout lhe dá apenas uma cópia das informações armazenadas nos servidores da Google, e não exclui a informação original. Não é possível usá-lo para apagar nada.

Se você quer remover informações, precisa visitar cada serviço que usa e excluir os dados ou sua conta manualmente. A maioria dos serviços lhe dá esta opção, Você pode excluir seu perfil no Google bem como sua conta e serviços associados, por exemplo, usando o link Manage Account no Google Dashboard (www.google.com/dashboard), site que traz informações (e permite editar configurações) de todos os serviços Google que você usa.

Mas a Google se reserva o direito de ignorar pedidos de exclusão de informação que “exijam um esforço técnico desproporcional”. E cópias de backup de suas informações provavelmente não serão excluídas prontamente, se forem.

Ainda limitado

Até o momento usuários parecem felizes em ter acesso com um único clique a seus registros do Google Voice, documentos do Google Docs e contatos. Por este lado o Takeout é uma ferramenta útil: baixar estas informações individualmente é tedioso, e o Takeout torna o trabalho muito mais fácil.

No geral, o Takeout serve apenas como um primeiro passo para dar aos usuários uma melhor compreensão do que a Google faz com suas informações. Se a empresa quer provar que realmente se importa com a privacidade, ela precisa expandir radicalmente o serviço, e fornecer aos usuários a capacidade direta de excluir dados aos quais eles não querem que a empresa tenha acesso. Em termos de engenharia, não deve ser uma tarefa tão complexa.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail