Home > Notícias

Mac Pro 2019: 3 razões para ficar animado com o novo ‘monstro’ da Apple

Finalmente, o Mac Pro passa a impressão de um dispositivo "pro"

Leif Johnson, da Macworld (EUA)

15/06/2019 às 10h35

Foto: Apple/Divulgação

Dois anos após a Apple ter confirmado oficialmente que estava trabalhando em um novo Mac Pro, a máquina finalmente fez uma aparição durante a palestra da WWDC no último dia 3 de junho. E o novo equipamento não decepciona.

Aqui, você não encontrará peças de baixo custo. Em vez disso, o novo design resgata o visual de "ralador de queijo" dos Mac Pros que foram tão populares na última década. Esse é um forte sinal para os editores de vídeo e outros criadores de conteúdo que precisam de muitos gráficos e poder de CPU. O Mac Pro passa novamente a sensação de um produto "profissional", e para complementar esse poder, a Apple também anunciou um novo Pro Display XDR de 32 polegadas que é uma atualização massiva em relação ao antigo Thunderbolt Display.

"É incrível", disse o CEO da Apple, Tim Cook, e somos obrigados a concordar. Só fique atento ao preço: por um preço inicial de US$ 5.999, você obtém 32 GB de memória, 256 GB de armazenamento SSD, um processador Intel Xeon de 8 núcleos e uma placa gráfica Radeon Pro 580X.

Obviamente, se você levar o Mac Pro ao seu potencial máximo - 1,5 TB de memória, Radeon Pro Vega II Duo e um Xeon de 28 núcleos -, os preços serão astronômicos (você pode ver as especificações completas, mas não os preços aqui). Quanto ao Pro Display XDR, ele começa em US$ 4.999. Tanto o computador quanto a tela devem chegar às lojas em setembro.

Agora, destacamos três características que mais nos deixaram animado quanto ao novo Mac Pro.

É super modular

Uma das maiores reclamações sobre o Mac Pro 2013 é que seu design pequeno praticamente impossibilita a atualização de placas gráficas e outros componentes. Mas a Apple não perdeu tempo mostrando como o novo Mac Pro é atualizável. A máquina tem uma estrutura de aço inoxidável de 20.8 x 17.7 x 8.58 polegadas com uma caixa externa que pode ser facilmente levantada com apenas uma torção de uma alça. Em sua configuração básica, pesa 40 quilos.

A Apple também adotou a expansão PCI em grande estilo, já que o novo Mac Pro possui quatro slots de largura dupla e três slots de largura única. A Apple também tem um slot de meia largura onde é conectado em uma placa própria - ela vem com duas portas Thunderbolt 3, duas portas USB-A e uma entrada de áudio de 3.5 mm. A Apple mantém tudo isso conectado ao seu "Módulo MPX" personalizado que vem com um dissipador de calor dedicado. Ele também vem com portas Ethernet separadas.

Para um pouco de modularidade extra, você pode até adicionar rodas à máquina, permitindo que você empurre o Mac Pro em torno do seu estúdio. As rodas, no entanto, serão vendidas separadamente e seu preço é desconhecido.

É super poderoso

Em sua configuração máxima, o novo Mac Pro da Apple é embalado com uma fera absoluta de um processador Intel Xeon de 28 núcleos, e pode suportar 1.5 TB de RAM.

E se você precisar de energia gráfica, o novo Mac Pro pode suportar até quatro GPUs (através de duas placas Radeon Pro Vega II Duo), embora a configuração inicial venha com uma AMD Radeon RX 580 meramente decente com uma única GPU. Esta é apenas uma tentativa em que a Apple está tentando atrair editores de vídeo que podem ter sido espantados pelo antigo modelo do Mac Pro.

Outro presente para os criadores de conteúdo é o cartão FPGA personalizado e opcional "Afterburner" do Mac Pro, que processa seis bilhões de pixels por segundo. De acordo com a Apple, isso permitirá que o Mac Pro execute três transmissões de vídeo RAW de 8K de uma só vez, ou 12 fluxos de vídeo 4K RAW. Atualmente, não está claro se a Apple projetou o Afterburner em si ou trabalhou com outro fabricante.

Tudo isso é muito poderoso e exigiu que a Apple empacotasse essa máquina com uma fonte de alimentação de 1.4 KW. E para manter tudo funcionando legal, o Mac Pro terá três ventoinhas e um ventilador separado que supostamente não são mais altos do que o iMac Pro ao rodar a todo vapor.

Um super display 6K

Como esperávamos há muito tempo, a Apple também anunciou um novo monitor para acompanhar o Mac Pro, embora você possa comprá-lo separadamente, se desejar. É chamado de Pro Display XDR - XDR significa "Extreme Dynamic Range" -, e trata-se de um monitor LCD HD de 32 polegadas com uma resolução de 6016 x 3.384, bem como capacidade de gama de cores de 10 bits e PS3. O design na parte traseira também faz referenciaao "ralador de queijo" do novo Mac Pro (e também funciona como um dissipador de calor), e a tela possui vidro de nanotextura e revestimento anti-refletivo.

Tudo isso equivale a uma exibição 40% maior do que a que você encontrará no 5K iMac. Pode manter impressionantes 1.000 nits de brilho, mas pode atingir até 1.600 nits de brilho no pico. Ele se conecta ao próprio Mac Pro com um cabo Thunderbolt 3, e a Apple alega que o novo Mac Pro pode suportar até seis dos novos monitores. Mas, novamente, você terá que pagar pelo menos US$ 4.999 por um único display.

Esse "pelo menos" é importante, já que a Apple nem sequer vende o Pro Display XDR acompanhado por uma base para segurá-lo. De fato, o "Pro Stand", como a Apple chama, custa um extra de US$ 999. No entanto, é uma melhoria bem-vinda em relação ao Thunderbolt Display de 2013, já que esse suporte oferece ajustes de inclinação e altura e ainda permite girar o Pro Display XDR na vertical.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail