Home > Notícias

Maior spammer dos Estados Unidos pode pegar 26 anos de cadeia

Acusado que lucrou US$ 300 mil com fraudes foi preso em 2007, após perder para a Microsoft julgamento de US$ 7,8 mi.

Por IDG News Service/EUA

17/03/2008 às 10h42

Foto:

O norte-americano Roberto Soloway, apelidado de “rei do spam” pelas autoridades dos Estados Unidos, foi considerado culpado em Seattle na sexta-feira (14/03). O acusado possivelmente enfrentará 26 anos de prisão pelas fraudes online.

A justiça já havia declarado Soloway culpado por acusações relacionadas a spam em alguns casos civis - a Microsoft ganhou um julgamento de 7,8 milhões de dólares contra ele em 2005. Mas o acusado evitou o pagamento de multa nestes casos.

As acusações às quais ele foi considerado culpado na sexta-feira (14/03) seguem sua prisão em 2007 pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Série Segurança Digital:
> Diário de um vítima online
> Entenda o que são worms e vírus e proteja-se
> Aprenda a identificar um phishing
> Descubra como ignorar os spams
> Feche a guarda aos cavalos-de-tróia
> Saiba como desmascarar os rootkits
> Proteja-se dos softwares espiões

Em um post de 2005, Soloway alardeou: “Fui processado em centenas de milhões de dólares e tive meus negócios ativos por mais de 10 anos sem pagar um centavo independentemente dos desfechos dos processos.”

Segundo alegação da defesa, Soloway conseguiu mais de 300 mil dólares em suas operações de spam.

Embora Soloway tenha fugido de multas no passado, desta vez ele concordou, além do tempo de prisão, em discutir seus bens financeiros enquanto monitorado por um detector de mentiras.

No mês passado, o advogado sênior da Microsoft, Aaron Kornblum, afirmou que o processo faria os spammers pensarem duas vezes. “Não houe um grande número de processos do tipo CAN-SPAM no país. Isto é significativo”, diz.

No início de março, um spammer foi condenado em Virgínia, nos EUA, a nove anos de prisão pelas fraudes.

Soloway será sentenciado em 20 de junho. O processo tenta conseguir 700 mil dólares em indenização desde que o acusado foi processado há um ano.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail