Home > Notícias

Maioria dos usuários do Messenger adere à nova versão do serviço

A atualização foi necessária depois que a Microsoft corrigiu bug que poderia ser utilizado para acesso ao computador do usuário.

Robinson dos Santos, do IDG Now!

01/12/2009 às 17h48

Foto:

A Microsoft anunciou que mais de 75% dos usuários do mensageiro instantâneo Windows Live no Brasil já atualizaram o software para a nova versão do serviço, que é utilizado por 45 milhões de pessoas no País.

A atualização foi necessária depois que a Microsoft corrigiu uma brecha que poderia ser utilizada por terceiros para ter acesso ao computador do usuário.

A gerente-geral de produtos online da Microsoft Brasil, Carolina Aranha, diz que a decisão de tornar a correção obrigatória foi tomada há cerca de três meses e realizada de forma gradual. "Não foi uma decisão fácil, mas não poderíamos ficar passivos. A brecha permitia o acesso remoto ao computador do usuário", pondera.

A vulnerabilidade afetava o Active Template Library (ATL) e poderia permitir a execução de código remoto, o que abriria espaço para a ação de criminosos.

Em seu blog, no dia 27/8, a equipe do Windows Live Messenger já havia explicado que os usuários das versões 8.1, 8.5 e 14.0 teriam de atualizar o software. O prazo máximo para a renovação foi marcado para o fim de outubro.

A gerente diz acompanhar as métricas de uso da ferramenta constantemente e não percebeu nenhuma alteração importante depois da atualização. "Não detectamos nenhuma alteração relevante no índice de utilização, nem no número de usuários ou no tempo em que ficam conectados", ressalta.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail