Home > Notícias

Mais empresas atrasam upgrade grátis para Windows 7 no Brasil

Além da LG, Dell e Megaware adiam envio dos kits para atualizar PCs com Vista. Cliente deve avaliar frete e ser rápido no pedido.

Daniela Braun, para a PC World

21/01/2010 às 20h16

migrar_150.jpg
Foto:

migrar_150Usuários que compraram computadores das marcas Dell e Megaware, a
partir de 26 de junho, reclamam do atraso para fazer a
atualização gratuita do Windows Vista para o Windows 7, três meses após
o lançamento do sistema operacional da Microsoft, em 22 de outubro do
ano passado.

O atraso do upgrade grátis também foi relatado recentemente pela PC World entre usuários da fabricante LG, no Brasil, por um problema no sistema de pagamentos dos fretes de envio do kit de upgrade.

Pelos termos do programa de upgrade gratuito, os fabricantes de PCs parceiros da Microsoft devem garantir o upgrade gratuito do Windows 7 para máquinas compradas a partir de 26 de junho e até 31 de dezembro de 2009 ou até 31 de janeiro de 2010, dependendo do fabricante.

Usuários das máquinas elegíveis ao upgrade, com as versões Windows Vista Home Premium, Ultimate ou Business Premium, poderiam receber o kit para atualizar o Windows 7 a partir do lançamento do sistema, no ano passado, o que não ocorreu com os fabricantes citados acima.

A Dell informou à reportagem da PC World que os atrasos na entrega dos kits de upgrade para o Windows 7 ocorreram “devido a uma falha interna que já foi solucionada”. A empresa disse que está entrando em contato com os clientes e atualizando-os sobre seus pedidos.

Nas máquinas da Dell, o upgrade gratuito do Windows Vista era válido para computadores comprados até 31 de dezembro de 2009. Para solicitar o kit de atualização da empresa, o usuário deve se registrar no site www.dellwindows7.com.br e receber um e-mail com o boleto para pagamento de 35 reais referentes aos custos de envio do kit.

O usuário que quiser ter uma atualização imediata do status de seu
pedido de atualização também pode acessar o site
da Dell
ou ligar para 0800-970-335.

A Megaware informou ter iniciado o envio das mídias de upgrade aos clientes na primeira semana de janeiro. De acordo com a gerente de marketing da empresa, Juliana Mattozino, o atraso ocorreu por um problema com a gráfica autorizada da Microsoft responsável pela produção das mídias. “As solicitações para o upgrade totalmente gratuito podem ser feitas até o final de janeiro, e a Megaware se compromete a entregar todas as mídias até o final de fevereiro”, informa.

Upgrade ‘gratuito’ pode custar caro
As empresas Asus, Megaware e MSI não cobram nenhum valor adicional pelo envio dos kits de atualização das máquinas elegíveis ao upgrade. No entanto, a maioria dos fabricantes parceiros do programa cobra uma taxa de emissão do CD com o Windows 7.

O preço médio sugerida no lançamento do programa era de 30 reais, mas o valor chega a ser bastante superior em alguns casos como o da fabricante Sony, que calcula uma taxa de 44,88 dólares em seu site para enviar o kit de upgrade de um notebook. A Semp Toshiba estabeleceu o valor de 49 reais para despesas de mídia e frete do Kit de Atualização do Windows 7.

A Positivo Informática cobra uma taxa de 29,90 reais referentes a mídia, impostos e logística de entrega do Windows 7 para as máquinas elegíveis no programa. A empresa informou que consumidores que solicitaram o upgrade até o dia 15 de dezembro de 2009 estão recebendo o kit durante o mês de janeiro de 2010. Para os demais pedidos, o prazo médio é de 30 dias após a solicitação no site www.meupositivo.com.br/windows7 .

A Itautec iniciou o envio dos kits de upgrade no final de outubro do ano passado, cobrando uma taxa de envio de 31,90 reais. Até o momento, a fabricante informa ter enviado 830 licenças de upgrade gratuito do Windows 7.

A Asus iniciou o upgrade gratuito logo que o novo sistema operacional da Microsoft começou a ser vendido, informa Marcel Campos, gerente de Marketing da empresa. “A empresa tem menos de 50 casos elegíveis no Brasil e até o momento há somente três casos em aberto aguardando informações dos clientes”, detalha o executivo.

Prazo para solicitação
O consumidor também deve ficar atento se há alguma data-limite para solicitar seu upgrade gratuito. A Hewlett-Packard estabeleceu que atenderá aos pedidos somente até o dia 15 de fevereiro. A empresa também cobra pelo envio do kit de atualização, informando que “pode haver uma taxa para cobrir o envio, a manipulação e outros encargos”.

As fabricantes Acer e Lenovo também foram consultadas pela reportagem, mas não responderam aos pedidos de informações. A Lenovo preferiu não se pronunciar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail