Home > Notícias

Mais verdes: Nokia, Apple, Sony, Toshiba e Philips se destacam

Empresas reduzem componentes tóxicos de produtos antes do previsto. Dell, Lenovo, LG e Samsung descumprem prazo e adiam metas.

IDG News Service

08/01/2010 às 15h45

Foto:

As empresas Dell, Lenovo, LG Electronics e Samsung estão na mira do Greenpeace. De acordo com a organização não governamental, as quatro fabricantes de eletroeletrônicos não cumpriram suas metas de redução de componentes tóxicos em seus equipamentos.

De acordo com relatório trimestral “Guide to Greener Electronics” do Greenpeace, anunciado durante o CES 2010, na quinta-feira (7/1), as empresas haviam prometido eliminar componentes como polivinis (PVC) e retardantes de chama bromado (BFR) no fim de 2009, mas adiaram a meta para 2011, com possibilidade de estender este novo prazo.

O ranking da organização coloca as empresas Nokia, Sony Ericsson, Toshiba, Philips e Apple nas cinco melhores pontuações em fatores como eliminação de componentes tóxicos de equipamentos, redução no consumo de energia, em emissões de carbono e reciclagem.

As empresas Apple, Nokia e Sony se destacaram de forma positiva pelo Greenpeace por terem atingido todas as suas metas, com antecedência, afirmou o líder da campanha contra componentes tóxicos do Greenpeace, Casey Harrell. Além de subir da nona para a quinta posição no ranking, em relação ao relatório anterior, a Apple ainda ganhou quatro estrelas em um ranking atualizado do Greenpeace por ter eliminado todos os componentes tóxicos de produtos e da linha de produção.

Harrel também afirmou que a Hewlett-Packard está fazendo um progresso considerável quanto à eliminação de PVC e BFR. Na quarta-feira (6/1), a HP anunciou o primeiro desktop com o sistema Windows totalmente livre de PVC e BRF. De acordo com a empresa, o HP Compaq 8000f Elite Ultra Slim é 30% mais eficiente em consumo de energia e lidera uma série de máquinas  desenvolvidas para causar menos impacto no meio ambiente.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail