Home > Dicas

Mantenha seu smartphone Android livre de malware

A cada dia surgem novas ameaças aos aparelhos com o sistema da Google. Mas basta um pouco de cautela para proteger seu aparelho e seus dados pessoais

Armando Rodriguez, PCWorld EUA

20/07/2011 às 18h56

Foto:

Novas ameaças contra aparelhos com Android surgem a cada dia, e você precisa prestar atenção ao que acontece em seu smartphone ou tablet. Afinal de contas eles são basicamente computadores, e todos os computadores são vulneráveis a vírus, fishing e outras formas de malware. 

Mas não precisa se desesperar: aqui estão cinco dicas para ajudá-lo a manter seus aparelhos (e a informação dentro deles) a salvo.

Verifique quem desenvolveu o App: que outros aplicativos o desenvolvedor oferece? Ele tem um site próprio? Algum dos outros aplicativos do mesmo autor parece suspeito? Se parece, é melhor manter distância. Antes de instalar leia reviews do aplicativo, mas lembre-se que as opiniões deixadas pelos próprios usuários no Android Market nem sempre são úteis ou verídicas. Veja o que sites coinfiáveis como a PCWorld, AppBrain ou AppsLib estão dizendo antes de clicar no botão “Instalar”.

Fique de olho nas permissões: sempre que você instala um aplicativo, vê uma lista com as permissões necessárias para seu funcionamento, ou seja, a quais recursos do sistema o aplicativo terá acesso. A regra é: se um aplicativo pede mais do que realmente precisa para funcionar, não instale. Um despertador, por exemplo, não tem nenhum motivo legítimo para acessar sua lista de contatos, mandar SMS ou fazer chamadas.

Não instale arquivos APK diretamente: alguns desenvolvedores ignoram o Android Market e distribuem seus aplicativos diretamente, na forma de arquivos .APK que são instalados no smartphone através de um processo chamado “sideloading”: você copia o arquivo para o cartão de memória e abre ele com um gerenciador de arquivos (como o Astro File Manager ou OI File Manager), que faz a instalação.

Evite isto, pois APKs adulterados (especialmente versões piratas de aplicativos pagos) são a principal forma de distribuição de malware, e você só conseguirá descobrir o “golpe” tarde demais, quando seu smartphone já estiver infectado.

Tenha um software anti-malware em seu aparelho: várias empresas especializadas em softwares de segurança para PCs também tem aplicativos para smartphones, e muitos deles são gratuitos. Pacotes como o Lookout Mobile Security, Norton Mobile Security e AVG Antivirus Pro podem fazer uma varredura em seu aparelho e detectar e remover qualquer malware instalado, bem como analisar aplicativos e documentos que chegam para evitar uma contaminação. Além disso, a maioria destes aplicativos tem recursos que permitem rastrear um smartphone roubado ou perdido usando o GPS, e até mesmo possibilitam apagar completamente a memória do aparelho, evitando que suas informações caiam em mãos erradas.

Cuidado com golpes: smartphones podem ser vítimas de phishing (sites maliciosos que tentam convencê-lo a divulgar informações pessoais) e downloads automáticos de malware assim como um PC. E segundo estudos, por causa da tela menor os usuários de smartphones tem três vezes mais chances do que usuários de PC de clicar em um link suspeito enquanto navegam.

Novamente, um software de segurança pode salvar sua pele: a versão paga do Lookout Mobile Security, por exemplo, tem um recurso de “Safe Browsing” que avisa quando você tenta visitar um site perigoso antes de carregá-lo. 

Siga estas nossas dicas, fique de olho em seu aparelho e você conseguirá mantê-lo livre de malware.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail