Home > Notícias

Maplink e Apontador fundem serviços de localização por mapas

Empresas juntam forças para lançar novos serviços e crescer na América Latina, onde esperam atinger 10 milhões de usuários mensais.

Daniela Moreira, editora-assistente do IDG Now!

13/06/2008 às 19h27

Foto:

Atualizada em 16/06, às 17h46

Os dois principais serviços de localização por mapas do Brasil, Maplink e Apontador, fundiram suas operações em uma única empresa desde a última quinta-feira (12/06).

A fusão, que vem sendo negociada desde dezembro de 2007, tem como objetivo juntar esforços para lançar novos produtos e expandir a atuação para outros países da América Latina, segundo porta-vozes das empresas.

“Maplink e Apontador sempre atuaram no mesmo segmento, têm a mesma idade - 8 anos -, e estavam trabalhando com focos parecidos”, justifica Frederico Hohagen, diretor de marketing e vendas do Maplink.

Leia também:
> Brasil entra nos caminhos dos mapas online
> Maplink abre espaço para colaboração de usuários

“A partir de uma oportunidade de trabalho conjunto em um cliente, percebemos as sinergias. Os pontos fortes e fracos se completavam”, ele relata.

A nova empresa terá 100 funcionários e uma base de mais de 6 milhões de usuários únicos mensais (4 milhões do Apontador e 2 milhões do Maplink). A sede será em São Paulo - antiga sede do Apontador - e o centro de pesquisas de desenvolvimento ficará em Curitiba, onde estava a base principal do Maplink.
++++
O quadro principal de executivos da holding, que se chamará Apontador Maplink será formado por Guilherme Gomide (ex-CEO da Maplink) como CEO; Rafel Siqueira (ex-CTO do Apontador), como CTO; e Frederico Hohagen (ex-diretor comercial da Maplink) como diretor de marketing e vendas. Os três são sócios da operação.

Novos negócios
Com a fusão, a holding pretende chegar a 10 milhões de usuários únicos mensais até o final de 2008. O faturamento da nova empresa deve chegar 18 milhões de reais nos próximos 12 meses - contra os 10 milhões faturados em conjunto por Apontador e Maplink nos últimos 12 meses, estimam os executivos.

A expansão para outros países da América Latina deve ser uma das vias de crescimento. As empresas planejam lançar de imediato serviços de mapas na Argentina e Chile, expandindo futuramente para outros países, incluindo Uruguai, Venezuela, Costa Rica, Panamá e México.

No Brasil, as marcas Apontador e Maplink serão mantidas separadas, embora elementos das identidades visuais de uma tenham sido incorporados à outra e vice-versa. “Pesquisas revelaram que as marcas não se sobrepõem, por isso vamos mantê-las separadas”, explica Hohagen.

Na área de novos produtos, a aposta é a integração com redes sociais, como Twiter, Facebook e Orkut. “Vamos começar a testar o serviço na segunda-feira, em um beta fechado, com o Twitter. Em seguida entramos com o Facebook e depois com o Orkut”, revela o CTO Rafel Siqueira.

“Com a parceria, poderemos lançar muitos outros produtos inovadores como estes”, afirma Siqueira. A receita das empresas é divida entre publicidade em serviços gratuitos (que representam 90% do portfólio) e aplicações corporativas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail