Home > Notícias

MEC impede cinco universidades de oferecerem ensino a distância

Cerca de 10 mil vagas foram abertas sem permição do Ministério da Educação e ferindo a legislação que regula o EAD no Brasil.

Redação do IDG Now!

11/02/2010 às 13h57

Foto:

Cinco instituições de ensino superior a distância estão impedidas de matricularem novos alunos, conforme medidas tomadas pelo Ministério da Educação (MEC) e divulgadas no Diário Oficial da União na quarta-feira (10/2).

A Universidade Estácio de Sá - Unesa (RJ); Universidade Paulista - Unip (SP); Centro Universitário Maringá - Cesumar (PR); Faculdade Noroeste de Minas - Finom; (MG; e Universidade de Santo Amaro - Unisa (SP) não poderão iniciar as atividades dos cursos previstos para o primeiro semestre de 2010.

Segundo o MEC, as instituições abriram cerca de 10 mil vagas em 108 polos sem credenciamento do ministério, desobedecendo à legislação que regula os cursos a distância.  As instituições têm dez dias para esclarecer as medidas tomadas e corrigir as irregularidades cometidas. Até lá, os alunos matriculados não poderão começar o curso.

Para evitar matrículas em locais irregulares, o MEC conta com um sistema de consulta de instituições credenciadas que pode ser acessado pelo site do ministério.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail