Home > Notícias

MediaTek anuncia processador octa-core para smartphones 4G de baixo custo

MT6595 possibilitará a criação de aparelhos com preço estimado entre US$ 200 e US$ 300, sem subsídios de operadora.

Mikael Ricknäs, IDG News Service

11/02/2014 às 18h59

MediaTek_Fachada-435px.jpg
Foto:

Graças ao mais novo SoC (System on a Chip, “Sistema em um Chip”) da MediaTek, em breve seremos capazes de comprar smartphones 4G (LTE) baseados em processadores com oito núcleos por preços entre os US$ 200 e US$ 300 (no exterior), sem subsídios de operadora.

O segmento de chips para smartphones LTE está se tornando mais competitivo, com empresas como a Intel, Broadcom e a própria MediaTek anunciando produtos para desafiar o domínio da Qualcomm. Com seus chips a MediaTek vem ajudando a reduzir o preço dos smartphones de baixo custo, e espera fazer o mesmo por aparelhos mais sofisticados com o SoC MT6595, que foi anunciado nesta terça-feira.

O chip é baseado no conceito big.LITTLE da ARM e usa quatro processadores baseados na arquitetura Cortex-A17 combinados a quatro processadores Cortex-A7. A Cortex-A17 é a mais nova arquitetura da ARM, também anunciada nesta terça-feira, e promete mais desempenho e menor consumo de energia do que a arquitetura Cortex-A9 usada em chips atuais. Para aumentar ainda mais o desempenho a MediaTek implementou sua tecnologia CorePilot, que permite que todos os oito núcleos sejam usados simultâneamente.

“Queremos oferecer excelente desempenho por um preço acessível”, disse Johan Lodenius, executivo chefe de marketing na MediaTek. Segundo ele, smartphones baseados no novo SoC devem custar entre US$ 200 e US$ 300 sem subsídios, o que está de acordo com as expectativas da própria ARM, que disse estar focando a Cortex-A17 em smartphones e tablets com preços a partir de US$ 200.

Nesta segunda-feira a Broadcom, concorrente da MediaTek, anunciou SoCs LTE projetados para smartphones com preço estimado em menos de US$ 300 sem subsídios. De acordo com a CCS Insight, uma empresa de pesquisa de mercado, a expectativa é que no próximo ano os smartphones LTE mais baratos custem menos de US$ 140.

O modem LTE integrado ao MT6595 é capaz de velocidades de até 150 Mbit/s em download e 50 Mbit/s no upload. A MediaTek também implementou no chip outros recursos interessantes, como hardware para suporte ao codec de vídeo H.265, o que permite aos usuários gravar e reproduzir conteúdo em “Ultra HD”, além dos codecs H.264 e VP9, comumente usados em streaming de vídeo pela internet. Os smartphones baseados no novo SoC poderão ter câmeras de até 20 MP, e telas com resolução de até 2560 x 1600 pixels.

Segundo Lodenius, permitir que os fabricantes produzam aparelhos com preços mais acessíveis não é apenas uma questão de desenvolver chips de baixo custo. A MediaTek também oferece “designs de referência”, basicamente plantas que mostram como montar um aparelho, o que ajuda a acelerar o processo de desenvolvimento de um produto e reduzir os custos associados.

O MediaTek MT6595 estará disponível comercialmente ainda na primeira metade deste ano, e aparelhos equipados com o chip devem chegar às lojas no segundo semestre.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail