Home > Notícias

Membro do The Who acusa Apple de “sangrar artistas como um vampiro”

Em entrevista para a BBC, Pete Townshend disse também que companhia deveria dar suporte financeiro para artistas que a sustentam

Macworld / Reino Unido

01/11/2011 às 17h15

Foto:

A Apple precisa começar a ajudar novas bandas e artistas em vez de “sangrá-los” como um “vampiro digital”, afirmou o guitarrista da clássica banda inglesa de rock The Who, Pete Townshend, em entrevista para a rede local BBC.

Durante sua entrevista, o músico alegou que o iTunes deveria ter um papel no desenvolvimento de novos talentos uma vez que 75% das músicas obtidas legalmente no mundo são compradas na loja online da Apple.

“Existe mesmo uma boa razão para o iTunes existir no velho oeste selvagem da Internet do Facebook e Twitter, se ele não pode fornecer alguns aspectos desses serviços para os artistas cujos trabalhos ele (o iTunes) sangra como um vampiro digital, como um Northern Rock (banco inglês) digital, para sua enorme comissão?”

Townshend quer que a Apple empregue observadores de talentos para buscar novos talentos e fornecer suporte financeiro para alguns dos melhores artistas novos.

Além disso, o guitarrista também não poupou quem baixa músicas ilegalmente na web. Para ele, essas pessoas poderiam também ir e roubar suas posses físicas. “Me pergunto o que aconteceu de errado com a moralidade humana e a justiça social.”

No entanto, ele reconheceu que alguns artistas prefeririam ter sua música “compartilhada” em vez caírem na obscuridade pela falta de exposição. “Uma pessoa criativa iria preferir que sua música fosse roubada e curtida em vez de ignorada. Esse é um dilema para todas as almas criativas: ele ou ela preferiria passar fome e ser ouvido(a)  do que comer bem e ser ignorado(a).”

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail