Home > Notícias

Mercado brasileiro de PCs encolhe 2% em 2012

Estudo da IDC estima 15,5 milhões de máquinas vendidas. Usuário está optando por tablets, que em 2012 tiveram venda de 2,9 milhões de unidades

Silvia Bassi

19/03/2013 às 15h54

Foto:

Segundo o estudo Brazil Quarterly PC Tracker, realizado pela IDC Brasil, o mercado brasileiro de computadores pessoais vendeu em 2012 15,5 milhões de máquinas, volume 2% menor em relação ao ano de 2011. No último trimestre do ano, que tradicionalmente é mais forte, a queda nas vendas foi de 8% com relação ao trimestre anterior.

Segundo a IDC Brasil, um fator determinante para a queda do volume de
PCs vendidos foi o usuário doméstico, que representa 66,6% do mercado
total de consumidores de PCs e optou por dispositivos mais baratos como
tablets e smartphones. 

O mercado de tablets está em franco crescimento. Segundo
informações divulgadas pela consultoria na semana passada, durante
encontro com a imprensa, a expectativa é de que tenham sido vendidos
mais de 2,9 milhões de tablets no país. A estimativa para 2013 é da venda de 5,5 milhões de tablets.

Do total de máquinas vendidas no ano, 8,9 milhões foram portáteis (notebooks, netbooks e ultrabooks) e 6,6 milhões foram desktops.
O resultado do quarto trimestre ficou aquém do esperado. Foram vendidas 3,7 milhões de unidades, das quais 41% foram desktops e 59% portáteis. “A queda se deu porque muitos varejistas ainda tinham estoques dos trimestres anteriores, formados com base no otimismo do início do ano em relação à economia do País”, declara Camila Pereira Santos, analista de mercado da IDC Brasil. 

No consolidado do ano de 2012, os desktops tiveram queda de 12% em
relação a 2011, e os portáteis cresceram 7%. Segundo Camila, o que mantém
o desktop no mercado é o segmento corporativo, que representou 26,7% do mercado total em 2012. “Existe uma tendência de
queda, mais muito lenta porque a base de computadores instalados em
empresas ainda é grande e a compra de notebooks por este segmento não é
rápida”.

Para 2013, a IDC acredita que o mercado de PCs (desktops e portáteis) vai encolher 7,2% se comparado com 2012, com vendas projetadas de 14,4 milhões de computadores. Olhando para uma perspectiva mensal, em janeiro de 2013, de acordo com o Brazil Monthly PC Tracker, nota-se que o desempenho já expressa o indicativo de queda durante o ano com resultado de queda de 22% quando comparado ao mês anterior (dezembro de 2012) e recuo de 4% se comparado com o mês de janeiro de 2012.

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail