Home > Notícias

Mercado brasileiro terá tablets Android com chip Intel já em 2013

Outras tendências são a universalização do toushcreen e a chegada país de novos modelos de smartphone com processador Atom

Da Redação*

12/12/2012 às 15h38

Foto:

O cenário mundial de TI em 2013 será bastante desafiador, tanto em função do momento macroeconômico quanto em função da revolução pela qual vem passando a indústria de computação, com a mobilidade e o surgimento de novas interfaces, em especial as tecnologias de toque. A opinião é da Intel, que fez hoje um balanço do ano de 2012 e previsões para 2013, em encontro com a imprensa, em São Paulo.

"2012 podia ter sido melhor", reconhece Steve Long, presidente e diretor geral da Intel América Latina. "O crescimento do mercado de PCs será tímido, bem abaixo dos dois dígitos que esperávamos no início do ano. E se será assim aqui, que é um mercado emergente, imagina em outros mercados", completou, sem contudo confirmar a previsão de crescimento de apenas 2% para o segmento este ano, feita recentemente pela consultoria IDC.

Para 2013, o objetivo da companhia é acelerar os investimentos diretos feitos no país e a chegada de inovações, junto com parceiros, para consolidar a posição do Brasil no mercado de PCs e ampliar a participação nos mercados de tablets e smartphones. Segundo Long, ao menos um fabricante, além da Motorola, já manifestou a intenção de vender no país, ainda no primeiro semestre, um smartphone Android equipado com um processador Intel. "Também teremos alguns modelos de tablets Android sendo vendidos aqui, nos primeiros meses do ano", comenta o executivo.

Consolidação do toushcreen e dos ultrabooks conversíveis

A Intel acredita em um amplo processo das interfaces de toque, em 2013, que estarão presentes em todos os dispositivos de acesso à internet e, sobretudo, nos ultrabooks conversíveis, rodando Windows 8. Os primeiros modelos já começaram a ser vendidos no mercado brasileiro e são a grande aposta dos fabricantes para as vendas de Natal. E a expectativa da Intel é de aumento de opções de máquinas disponíveis para o consumidor no ano que vem.

Entre os modelos de ultrabooks recém chegados ao mercado estão o Samsung ATIV Smart PC Pro (preço não informado), equipado com um processador Intel Core i5 de 1,7 GHz, 4 GB de RAM e SSD de 128 GB, que tem como principal destaque a tela de 11.6": ela pode ser destacada do teclado, transformando o aparelho em um tablet. A ASUS traz o VivoBook (a partir de R$ 1.699), que pode ser equipado com processadores que vão do Intel Celeron ao Intel Core i3, e tem como destaque a tela de 11.6" sensível ao toque. 

samsung_ativ_smartpc_pro-360px.jpg
Samsung ATIV Smart PC Pro

A HP traz o Envy 4 (R$ 3.299), um Ultrabook produzido no Brasil, baseado em um processador Intel Core i5 de 1.7 GHz, 4 GB de RAM, HD de 500 GB e uma tela de 14", que tem como destaques a tecnologia Beats Audio e o sistema HP Protect Smart, que evita a perda de dados no HD caso o aparelho sofra uma queda ou impacto. A Sony vem com seis modelos da família VAIO, incluindo o conversível Duo 11 (R$ 5.299), que é baseado em um processador Intel Core i7 de 1.9 GHz, acompanhado por 6 GB de RAM e um SSD de 128 GB. A tela de 11.6", que é sensível ao toque, pode ser deslizada para cima, revelando um teclado QWERTY e transformando o aparelho de um tablet em um notebook. 

sony_vaio_duo_11-360px.jpg
Sony VAIO Duo 11

Por fim a Acer tem o Aspire S7, um Ultrabook de formato tradicional mas equipado com uma tela de 13,3" sensível ao toque e de resolução Full HD, além de um processador Intel Core i5 (R$ 5.299) ou Core i7 (R$ 5.799).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail