Home > Notícias

Mercado de PCs encolherá quase 12% em 2009, maior queda da história

Crise econômica motivará retração mesmo com “contínuo crescimento” dos netbooks; números projetam venda de 257 milhões de PCs.

Redação do IDG Now!

02/03/2009 às 12h01

Foto:

A indústria de computadores pessoais deve experimentar, este ano, seu maior declínio em vendas, segundo estimativa divulgada pelo Gartner nesta segunda-feira (02/03). A consultoria espera que sejam vendidas 257 milhões de PCs em 2009, entre desktops, laptops ou netbooks. Esse volume é 11,9% inferior ao que foi registrado no ano passado. Até então, o pior resultado do setor foi registrado em 2001, quando as vendas diminuíram 3,2% na comparação com o ano anterior.

Segundo o Gartner, tanto países emergentes quanto mercados maduros registrarão declínios além dos 10 pontos percentuais em 2009 - 10,4% para os primeiros e 13% para os segundos.

Na divisão entre os tipos de equipamentos, os portáteis alimentarão o único crescimento do setor, com estimativa de 155,6 milhões de unidades, aumento de 9% em relação a 2008. Neste segmento, destaque para os netbook: não fosse o contínuo crescimento nas vendas de netbooks, o setor portáteis experimentaria aumento de apenas 2,7% durante o ano.

O número estimado de ultraportáteis vendidos durante 2009 é de 21 milhões, quase o dobro dos 11,7 milhões comercializados no ano passado.

Por outro lado, as vendas de desktops deverão atingir 101,4 milhões de unidades, queda de 31,9% em relação aos pouco mais de 146 milhões de PCs vendidos durante 2008.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail