Home > Notícias

Mercado de PCs para games sai quase ileso da crise econômica

Pesquisa de mercado aponta que setor de hardware para games no PC cairá apenas 7 pontos em 2009 e já se recupera em 2010.

Redação da PC World / EUA

28/05/2009 às 11h26

Foto:

Há algum tempo ouve-se dizer que o mercado de games é um dos que menos sentiu o impacto da crise econômica global. Confirmando a tendência, uma nova pesquisa da empresa Jon Peddie Research (JPR) mostra que o setor de PC para games é ainda mais resistente à recessão.

O estudo concluiu que o faturamento do mercado de hardware para jogos de computador deve perder 1,4 bilhão de dólares neste ano, atingindo 18,65 bilhões de dólares - uma queda de 7 pontos percentuais em relação aos 20,07 bilhões de dólares faturados em 2008. Além da crise, outro culpado seria a queda nos preços de PCs e de componentes, afirma a JPR.

A previsão, em bilhões, para os próximos quatro anos para o mercado de hardwares para games de computador é:

2009 - 18,6 bilhões de dólares
2010 - 23,9 bilhões de dólares
2011 - 28,9 bilhões de dólares
2012 - 30,6 bilhões de dólares

A JPR inclui em sua previsão de mercado as vendas de PCs, uma porcentagem para monitores (porque as pessoas geralmente já possuem um), uma porcentagem para acessórios como volantes, mouses especiais e joysticks e gastos com pós-venda, o que pode ser interpretado como assistência técnica ou demais serviços relacionados.

Por que o mercado de games para PC cairia menos que os demais? A JPR acredita que -  além das habituais suposições de que as pessoas ficam mais em casa durante tempos de crise - as compras de PC para games podem ser úteis também para outras atividades como assistir e criar vídeos, bem como navegar na web e trabalhar, algo que os consoles não podem oferecer.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail