Home > Notícias

Mercado nacional de PCs cresce até 30% em 2010, mais que na China

Intel espera que o Brasil suba da quinta para a terceira posição já no próximo ano, com até 13 milhões de unidades vendidas.

Fabiana Monte, da Computerworld

01/12/2009 às 13h47

Foto:

A Intel prevê um crescimento de 25% a 30% no mercado de PCs no Brasil em 2010. De acordo com a fabricante de microprocessadores, em 2009 o País deve vender de 12,5 milhões a 13 milhões de computadores.

Se a previsão se concretizar, o Brasil pode subir da quinta para a terceira posição entre os maiores mercados de PCs
do mundo, com um crescimento superior ao chinês, que deve apresentar uma alta de 15% em suas vendas no próximo ano, afirmou o
presidente da subsidiária brasileira da Intel, Oscar
Clarke, nesta terça-feira (1/12).

Em 2009, os notebooks representaram 41% do total de vendas, segundo dados da consultoria IDC apresentados pela fabricante de microprocessadores. Para 2010, a Intel acredita que os portáteis voltarão ao patamar de crescimento anual de 50%. Já as vendas de desktops devem crescer entre 19% e 20%.

Os computadores portáteis serão o principal motor de desenvolvimento do mercado brasileiro, afirma o diretor de desenvolvimento tecnológico da Intel Brasil, Reinaldo Afonsso. Clark diz que a compra do segundo computador também impulsionará as vendas neste segmento.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail