Home > Notícias

Messenger já está funcionando normalmente, informa a Microsoft

Empresa diz que problema estava no Windows Live ID, serviço que unifica o acesso às contas dos usuários por meio de senha.

Por NetWork World/EUA

27/02/2008 às 9h50

Foto:

A Microsoft disse na tarde de terça-feira (26/02) que após um longo dia de interrupções no Windows Live, os usuários já podiam acessar tranquilamente os serviços, que incluem Hotmail, Messenger, SkyDrive e Photo Gallery.

A empresa afirmou que o problema estava no processo de log-in do Windows Live ID, que permite ao usuário acessar todas as suas contas – do Windows Live - por meio de uma única identificação e senha.

A gerente do Windows Live, Samantha McManus, divulgou um comunicado na terça-feira (26/02): “Na manhã de hoje, um problema no serviço afetou usuários do mundo todo, dificultando o log-in em contas do Windows Live ID. O problema já foi solucionado e as operações voltaram à normalidade para todos os usuários.”

Samantha não relevou detalhes sobre a falha.

A Microsoft está usando seus serviços ao consumidor para exibir suas iniciativas de softwares como serviços ao público corporativo. Além disso, uma entrevista feita com Bob Muglia, pela CNet, revelou que o Windows Live estava sendo usado principalmente pelo Windows Server 2008.

A empresa deve apresentar oficialmente o sistema operacional para servidor, que demorou cinco anos para ser desenvolvido, oficialmente na quinta-feira (28/02).

O Windows Live abrange dez serviços, dos quais o mais popular é o Hotmail. Baseado na tecnologia Passport, da Microsoft, o Windows Live ID é uma base de teste para a tecnologia InfoCard, que foi lançada com o Windows Vista.

Inúmeros usuários afirmaram que liam a seguinte mensagem na terça-feira (26/02): “O servidor está ocupado. O volume de usuários está acima do normal e não podemos responder ao seu pedido de log-in no momento.”

Há especulações de que os domínios online da Microsoft estavam sofrendo um ataque de negação de serviço. A empresa não é a única provedora high-profile a ser abalada por um ataque desse tipo; o Youtube, do Google, passou pelo mesmo problema no domingo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail