Metade dos brasileiros acredita que suas profissões serão automatizadas em 10 anos

Brasil é o quarto país que mais enxerga essa possibilidade

Foto: Shutterstock
https://pcworld.com.br/metade-dos-brasileiros-acredita-que-suas-profissoes-serao-automatizadas-em-10-anos/
Clique para copiar

Dezenas de filmes em futuros distópicos mostram empregos sendo tomados por máquinas robóticas. E talvez demore um tempo até que robôs 100% funcionais (ou que até possuem consciência) tomem por completo os meios de produção que, hoje, são dominados pelos seres humanos. Contudo, essa realidade está começando a mudar, pelo menos na opinião dos trabalhadores brasileiros.

Esse é o resultado da pesquisa Global Views on Jobs and Automation, realizada pela Ipsos para o Fórum Econômico Mundial. De acordo com o relatório, metade dos brasileiros (51%) acredita que seu trabalho poderá ser automatizado nos próximos anos. O Brasil é o quarto país que mais enxerga essa possibilidade, ficando atrás apenas de Índia (71%), Arábia Saudita (56%) e China (55%). A média global é de 35%.

Hungria (14%), Alemanha (14%) e Holanda (16%) são os países que menos acreditam que a automação chegará ao seu trabalho. A pesquisa online foi realizada com 13,7 mil entrevistados em 28 países, incluindo o Brasil, entre 20 de setembro e 4 novembro de 2019.

No Brasil, sete em cada dez entrevistados (68%) estão confiantes de que terão as habilidades necessárias para que seus trabalhos continuem a existir no futuro. O resultado global é bem parecido: 69%. A Índia é o país que mais acredita que terá essas habilidades, com 84%. Em seguida estão: Holanda (83%) e Estados Unidos (82%). Na outra ponta do ranking, Japão (23%), Coreia do Sul (33%) e Rússia (50%) são as que menos acreditam.

automação

“A automatização é uma realidade que não parece incomodar os brasileiros; pelo contrário, a crescente exposição a novas tecnologias, funcionalidades, facilidades no trabalho é vista com confiança. Assim, somos conduzidos a nos adaptar às novas formas de execução de tarefas. A pressão exercida pelas novas gerações que costumam adotar mudanças tecnológicas com mais rapidez precipita nossa movimentação”, comenta Rafael Lindemeyer, Diretor de Negócios na Ipsos.

Globalmente, proprietários de empresas (47%), tomadores de decisão (45%) e trabalhadores com maior nível educacional (36%) são os que mais esperam que seus trabalhos sejam automatizados. O índice entre os que não são donos de empresa, não tomam decisões e não tem nível superior é menor: 30%, 29% e 32%, respectivamente.

No entanto, os empresários (77%), tomadores de decisão (78%) e aqueles com nível superior de educação (76%) têm mais convicção de que possuem as habilidades necessárias para que seu trabalho sobreviva à automação do que quem não é dono de empresa (67%), não toma decisões (66%) e não tem nível superior (66%).

Seu emprego vai desaparecer?

Se muitas oportunidades de trabalho vão se fechar no futuro, isso só o tempo dirá. Contudo, a Rede IT Trends possui uma plataforma para calcular a probabilidade do seu cargo atual ser automatizado nos próximos anos. Clique aqui para fazer o teste. Você ainda pode acessar um artigo especial sobre cinco profissões ameaçadas pela automação.

tags

Relacionadas

O que é User Experience (UX) e como ingressar na área

UX se tornou uma aposta para profissionais de diferentes áreas

3 motivos para programar em C# e como entrar no mercado de trabalho

Linguagem é uma das mais populares e com alta demanda em todo o mundo

Empresa oferece bolsas integrais em cursos de TI e programação

Melhores alunos do curso também terão contratação garantida para trabalhar na área

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site