Home > Notícias

Microscópio consegue ver imagens 3D de estruturas atômicas nos EUA

Capacidade do equipamento, que emite raios de elétron ao invés de luz, pode levar a novas descobertas em nanotecnologia

Por Computerworld/EUA

17/01/2008 às 14h33

Foto:

O provável mais poderoso microscópio do mundo consegue mostrar imagens tridimensionais de estruturas atômicas, revelou o Lawrence Berkeley National Laboratory, nesta quinta-feira (17/01).

Leia mais:

Os cientistas do laboratório começaram a utilizar o microscópio com mais de 3,5 metros de altura para ver objetos menores do que os equipamentos tradicionais permitem, afirma o diretor do projeto, Peter Denes.

O equipamento emite raios de elétron ao invés de luz. Quando os raios passam por algum obstáculo, os elétrons se espalham - dependendo do que estiver em seu caminho. O padrão de dispersão é então utilizado para criar a imagem que o cientista vê, acrescenta o diretor.

“Este microscópio supera tudo que podíamos fazer anteriormente e deve levar a novas descobertas”, diz Denes. Poder interpretar estruturas atômicas deve auxiliar os cientistas a inovarem no campo da nanotecnologia.

Entender a estrutura atômica de materiais "ajuda a explicar como criá-los. Saber estruturar os padrões, onde colocar os átomos ou como as interfaces entre dois tipos de materiais trabalham é muito importante”, enfatiza Denes.

O diretor explicou que o poderoso microscópio possui resolução de meio ângstrom - unidade de medida de comprimento. Para se ter uma dimensão, uma unha cresce 10 angstrôns por segundo.

“Se você tiver dois objetos com um espaço de meio ângstrom, você pode separá-los com este microscópio”, explica Denes. “Mais importante, não há somente a possibilidade de separá-los, mas a luz e contraste da imagem permitem que, além de vê-la e identificá-la, seja possível interpretá-la.”

O microscópio é fruto de um projeto de 27 milhões de dólares, patrocinado pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos, que o criou junto à FEI Company.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail