Home > Notícias

Microsoft adota plano agressivo para atualizações do Windows 10

Anunciada em outubro de 2015, medida começou a ser liberada nesta semana e vai baixar o instalador do sistema nas máquinas configuradas automaticamente.

PC World / EUA

02/02/2016 às 11h59

windows10 logo 520.jpg
Foto:

Muitos usuários do Windows 7 e 8.1 vão começar a ver uma ação mais agressiva para fazerem o upgrade para o Windows 10 nos próximos dias, à medida que a Microsoft começa a liberar o sistema como um update recomendado que vai começar a ser baixado automaticamente.

A Microsoft disse que o lançamento do Windows 10 como um update recomendado começou nesta segunda-feira, ½, em fases. Os usuários que tiverem seus computadores configurados para baixar e instalar automaticamente as atualizações recomendadas vão começar a ver um instalar para o novo sistema aparecer pedindo que façam o upgrade em suas máquinas.

Apesar de o instalador do Windows 10 ser baixado automaticamente nesses PCs, os usuários terão a palavra final sobre se realmente querem atualizar a sua máquina para o novo software. 

Vale notar que quem fizer o upgrade para o Windows 10 e não gostar do sistema pode fazer o caminho de volta para o seu sistema antigo até 31 dias depois da atualização.

Esse lançamento mais agressivo já era esperado há tempos. A Microsoft anunciou em outubro de 2015 o plano de lançar o Windows 10 como um update recomendado, dizendo que isso aconteceria “no começo de 2016”. 

A tática também é útil para assegurar que o maior número de usuários do Windows 7 e 8.1 consigam aproveitar a oferta para atualizar o sistema gratuitamente – a oportunidade será encerrada em julho.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail