Home > Notícias

Microsoft afirma que Windows Phone não é prioridade nesse ano

Companhia informou que tem planos para telefones, mas que seus poderes de engenharia em hardware se concentrariam em dispositivos como Surface e HoloLens

IDG News Service

31/03/2016 às 10h46

WindowsSad-625.jpg
Foto:

Bem, nós sabemos por que o Windows Phone da Microsoft não fez nenhuma aparição durante a conferência para desenvolvedores “Build 2016” da Microsoft nessa quarta-feira (30). Por que ele simplesmente não está no radar da companhia nesse momento.

A dúvida, claro, é se algum dia ele estará novamente.

“Nós vamos fazer algumas coisas legais com telefones, mas nesse ano, eles são uma parte importante da nossa família, mas não são a prioridade”, disse Terry Myerson gerente do Windows ao The Verge.

Os comentários de Myerson podem frustrar os fãs dedicados do Lumia que permaneceram fiéis aos produtos da companhia. Contudo, esses números estão diminuindo. Nas vendas de final de ano, as vendas dos dispositivos Lumia cairam para cerca de metade em relação ao ano anterior, e até agora, a maioria sabe que os telefones Windows representam um por cento do mercado de smartphones no mundo. No início dessa semana, a Microsoft disse que fecharia a conta do Twitter para o Lumia Voices.

Ao invés, Myerson disse, que a Microsoft concentraria seus poderes de engenharia em hardware em dispositivos como o Surface, assim como o HoloLens. E você não pode argumentar com isso. Já que a companhia começou a enviar sua edição especial para desenvolvedores do HoloLens nessa quarta-feira.

Se há outra coisa para absorver dos comentários, é que Myerson se referiu ao telefone como uma tela de 4 polegadas, as dimensões do novo iPhone SE da Apple, mas relativamente menor que o Lumia 950 e outros aparelhos “phablets”. 

Poderia a Microsoft estar pensando em retornar a ultraportabilidade no mercado de telefones, substituindo as telas maiores com com algo como o HoloLens? Soa como uma ideia ridícula, especialmente com os rumores de um telefone Surface a caminho. Mas com uma fatia minúscula do mercado, a Microsoft talvez esteja pensando fora da caixa.

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail