Home > Notícias

Microsoft “ajudou” no vazamento de ‘Halo: Reach’

Grupo de hackers conseguiu capturar o jogo no site da própria empresa, que disponibilizou o título para reviews da imprensa

PC World / EUA

23/08/2010 às 17h51

Foto:

Halo Reach” aparentemente vazou. O mais recente capítulo da franquia da Microsoft foi solto prematuramente. O jogo exclusivo para Xbox 360 – prequel ao game original e que só chega às lojas em 14 de setembro (incluindo lançamento nacional em português) – foi liberado sem cerimônia em sites de compartilhamento de arquivos.

A Microsoft não está satisfeita. E isso ficou claro em afirmações tipicamente cautelosas como “Nós estamos conscientes de que uma versão de pré-lançamento de ‘Reach’ vazou e estamos investigando o assunto de maneira agressiva, mas não temos mais detalhes para compartilhar no momento”. De qualquer forma, a cópia roubada parece ser autêntica e algo que pode fazer com que algumas cabeças rolem na Microsoft.

Como isso aconteceu? Da mesma maneira que essas coisas sempre acontecem. Mas nesse caso há uma diferença: nesse caso, a própria Microsoft colocou o jogo em servidor de arquivos acessível ao público, praticamente entregando assim as chaves de acesso.

O servidor de arquivos nesse caso é o Xbox LIVE Marketplace, a loja virtual da própria Microsoft, onde uma cópia de pré-lançamento de “Halo: Reach” estava em oferta para jornalistas selecionados em uma área oculta por uma soma intimidante de 99.999 Microsoft Points, ou cerca de 1.250 dólares. Não, a Microsoft não cobra esse valor para que analisemos seus jogos, e provavelmente a companhia estava usando um processo de segurança diferente para autenticar os membros da imprensa.

Um grupo de hackers que se denomina GameTuts soube que o jogo estava no ar (como eles souberam disso provavelmente será o objeto mais sério de investigação) e conseguiu passar pela segurança da Microsoft. Com o código em mãos eles hackearam o game para acesso público, levando inicialmente a alguns vídeos no YouTube com fases multiplayer não reveladas mas finalmente – e talvez implacavelmente – ao aparecimento do software em sites de compartilhamento de arquivos.

halo10.jpg

De novo: essa não é a primeira vez que um título da série "Halo" vaza antes da hora.

Mas segundo um moderador do GameTuts, chamado Joakim, um lançamento público nunca fez parte dos planos do grupo. “Então depois de muito crackear o .xex (uma extensão de arquivo executável do Xbox 360), eu e minha equipe finalmente conseguimos, nós pegamos ‘Halo:Reach’, escreveu Joakim.

gamesshutter_625.jpg

“Isso não está lançado para o público, e nós também não planejamos fazer isso.”

Outro membro do GameTuts confirmou as alegações de Joakim.

“Estamos dizendo a vocês”, escreveu o moderador do fórum, Toxic, em um post a seguir. “A equipe do GameTuts põs as mãos em ‘Reach’.”

“Toda a equipe GameTuts participou no trabalho em ‘Halo:Reach’. Os principais membros do nosso time, Matty e Cthulhu, trabalharam horas intermináveis, forçando as barreiras para nos permitir jogar. A mente inteligente de nosso querido administrador, Matty, trabalhou sem parar para conseguir esse jogo, e a façanha foi alcançada.”

“O moderador de GameTuts, Cthulhu é um homem de palavra ao trabalhar nos arquivos do jogo e permitir que nossos membros vejam ‘Halo: Reach’ antes de seu lançamento.”

“A equipe chegou ao consenso de que ‘Halo: Reach’ NÃO será vazado, dado ou distribuído para qualquer site.”

Que ótimo que ele “NÃO será" vazado. Uma nota para grupos de hackers convencidos: se você lançar um jogo adquirido de forma ilícita para não se sabe quantos membros do seu fórum, não espere que eles joguem pelas suas regras distorcidas.

A Microsoft disse que está investigando o roubo e acredito que o jogo já foi tirado da Xbox Live a essa altura. Se você for pego rodando essa versão antes ou depois de 14 de setembro, basta dizer que você está pedindo para ser banido ou ter um console “brickado”.

“Halo” possui um histórico de vazamentos. “Halo 2” foi roubado, em 2004, cerca de um mês antes do lançamento; “Halo 3” chegou aos sites de compartilhamento de arquivo dias antes do jogo ser vendido em setembro de 2007, e “Halo 3: ODST” foi vendido “acidentalmente” semanas antes de chegar às lojas oficialmente no final do ano passado.

Vale lembrar que "Halo: Reach" já está inclusive em pré-venda no Brasil.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail