Home > Notícias

Microsoft apresenta o Windows Phone 8

Sistema irá compartilhar código com o Windows 8 e terá suporte a uma gama maior de hardware, como CPUs dual-core e telas HD.

Rafael Rigues

20/06/2012 às 13h58

Foto:

A Microsoft anunciou nesta quarta-feira durante o evento Windows Phone Summit em San Francisco, na Califórnia, as primeiras informações sobre o Windows Phone 8, próxima geração de seu sistema operacional móvel. A empresa decidiu não apresentar todo o sistema, focando em vez disso em oito recursos "fundamentais" da plataforma, que os desenvolvedores tem de conhecer desde já para se preparar para o novo sistema.

Oito pilares

Entre os recursos mostrados estão alguns que corrigem o que são consideradas falhas fundamentais da plataforma: o Windows Phone 8 terá suporte a processadores com múltiplos núcleos (com foco inicial em modelos Dual-Core), a cartões microSD para expansão de armazenamento e a novas resoluções de tela, inclusive telas HD a 1280 x 720 pixels.

Outras mudanças incluem a atualização do Internet Explorer, que agora suporta HTML 5, tem um "motor" JavaScript mais rápido e compartilha código com a versão desktop do Internet Explorer 10, parte do Windows 8. Já no desenvolvimento de aplicativos, haverá suporte ao uso de código nativo, o que deve impulsionar a adoção do sistema como uma plataforma para games. 

A Microsoft também anunciou o "Wallet Hub", uma carteira eletrônica, como o Google Wallet no Android ou o PassBook do iOS 6. O recurso será integrado a hardware NFC embutido nos aparelhos, permitindo o pagamento de despesas com um smartphone em vez de um cartão de crédito ou débito.

Além disso a tecnologia de mapas da Nokia será integrada ao sistema operacional, há novos recursos para empresas como boot seguro, criptografia e melhor gerenciamento de aparelhos, e até mudanças na tela inicial, que ficou mais personalizável com "tiles" que podem ser redimensionadas à vontade e mais opções de cor.

Um novo núcleo

Mas a mudança mais importante anunciada por Joe Belfiore, gerente do Windows Phone na Microsoft, foi a adoção de uma base de código inteiramente nova para o sistema. O Windows Phone 8 abandona o Windows CE, usado pelo Windows Phone 7 e Windows Phone 7.5, e será baseado no Windows 8, compartilhando componentes como o kernel, sistemas de rede e de arquivos e o subsistema multimídia. É esta mudança que possibilita a maior flexibilidade no suporte a hardware, já mencionada.

Segundo Belfiore, a mudança também trará mais benefícios para os usuários, que terão à disposição uma maior variedade de aparelhos, com uma gama mais variada de recursos e preços, e para desenvolvedores, já que facilita imensamente a transição de um app Windows Phone para o Windows 8 e vice-versa.

Haverá upgrade?

Segundo Terry Myerson, Corporate VP da divisão Windows Phone da Microsoft, não haverá possibilidade de upgrade dos aparelhos com Windows Phone 7.5 para o Windows Phone 8. Entretanto alguns dos recursos do novo sistema, como a nova tela inicial, estarão disponíveis para os aparelhos atuais em uma atualização "híbrida", batizada de Windows Phone 7.8. O executivo não mencionou quais aparelhos irão receber esta atualização intermediária, mas espera-se que todos os aparelhos recentes, como a família Lumia da Nokia, estejam inclusos.

A data de lançamento do Windows Phone 8 não foi divulgada. De acordo com Myerson, empresas como a Nokia, HTC, Huawei e Samsung serão as primeiras a colocar aparelhos com o sistema no mercado, baseados em processadores da Qualcomm. O Windows Phone 8 estará disponível em 50 idiomas, com uma loja de aplicativos acessível em mais de 180 países.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail