Home > Notícias

Microsoft avança direto para o Windows 10

A empresa apresentou hoje uma primeira versão do novo sistema operacional, prometendo juntar o melhor do passado e do futuro

James Nicolay - IDGNS

30/09/2014 às 19h23

Foto:

A Microsoft mostrou hoje em San Francisco o maior update do seu sistema operacional, "pulando uma casa" e avançando direto para o Windows 10. O novo sistema operacional, segundo a empresa, foi feito para juntar o velho e o novo, apresentando uma interface familiar aos usuários do Windows 7 e ao mesmo tempo preservando aspectos da interface moderna adotada pelo Windows 8.

O novo sistema operacional vai funcionar em todos os dispositivos digitais - smartphones, tablets, notebooks e desktops - e será liberado para o público em 2015. A empresa também vai prover recursos de software para estimular desenvolvedores de programas a criar novos apps que possam ser usados em todas as plataformas.

O nome do novo SO que vinha sendo antecipado por rumores no mercado era, pela lógica, Windows 9, mas a empresa decidiu avançar direto para o Windows 10 numa forma de refletir o que ela considera um grande rompimento com o passado. "Ele vai se chamar Windows 10 porque não é simplesmente um produto incremental", afirmou o vice-presidente executivo do grupo de Sistemas Operacionais da Microsoft, Terry Myerson.

"O Windows atingiu seu limiar e agora é hora de um novo Windows", disse Myerson.

O evento desta terça-feira tinha como público-alvo usuários corporativos, que têm sido os críticos mais ferozes das mudanças de interface que vieram com o Windows 8. A idéia era resgatar o interesse desses usuários apresentando um produto que mantém laços com o passado e preserva aspectos da modernidade.

Por exemplo, o sistema operacional para desktpos tem um botão de Start (Início) no canto esquerdo inferior da tela que abre um menu no estilo do Windows 7 incluindo do lado esquerdo ferramentas e apps conhecidas e do lado direito os "live tiles", que permitem ao usuário abrir apps mais modernos no estilo "metro". Os usuários podem arrastar e soltar esses "live tiles" para customizar essa parte do menu Start.

A Microsoft está prometendo uma plataforma de desenvolvimento universal para os desenvolvedores de apps, para que eles possam escrever novos aplicativos que rodem em todos os dispositivos Windows. Detalhes sobre a plataforma serão comunicados na conferência Build em 2015.

"Haverá um único jeito de escrever apps corporativos que possam ser usados em todos os produtos", disse o vice-presidente corporativo do grupo de Sistemas Operacionais da Microsoft, Joe Belfiore.

Haverá também uma única Windows Store de apps para todos os dispositivos digitais e que permitirá às empresas customizá-la para seus funcionários.

A Microsoft está prometendo também facilitar a gestão de dispositivos Windows. "O Windows 10 será compatível com todos os sistemas de gestão de dispositivos disponíveis hoje", disse Myerson.

Por questões de segurança, o Windows 10 terá "um novo modo" de separar dados pessoais e profissionais em um dispositivo digital, disse Belfiore, sem dar mais detalhes sobre o recurso.

A empresa vai começar a distribuir uma versão preview "técnica" para notebooks e destkops esta semana, que será seguida mais tarde por uma versão específica para tablets. O código inicial do sistema operacional foi escrito para usuários "que se sentem confortáveis usando um software em fase de pré-lançamento". 

No início de 2015 a empresa promete dizer mais detalhes sobre o que os consumidores poderão esperar do novo produto, incluindo novas versões de aplicativos como o Internet Explorer. O anúncio de hoje foi concentrado em apresentar a interface básica do sistema e a sua proposta para os usuários corporativos.

A principal mensagem, segundo Myerson, é que os usuários "fiquem confortáveis seja vindo do Windows 7 ou do Windows 8". O novo sistema operacional é o sucessor do Windows 8, que foi lançado há dois anos e que falhou em cumprir a missão de melhorar a posição da Microsoft no mercado de tablets e garantir o domínio do mercado de PCs com melhorias importantes para os usuários.

A mudança radical na interface, adotada pelo Windows 8, foi chamada de Modern e foi otimizada para dispositivos com telas sensíveis ao toque, como tablets. Mas muitos usuários consideraram o SO inconveniente para uso em desktops, especialmente com mouses e teclados.

As empresas se sentiram particularmente alienadas pelo Windows 8 e suas revisões - Windows 8.1 e Windows 8.1 Update -, por isso o foco do evento desta terça-feira ser direcionado para o segmento corporativo e para as preocupações específicas e as necessidades dos CIOs.

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail