Home > Notícias

Microsoft Brasil responde críticas sobre votação em bloco do Open XML

Gerente de estratégia estranha críticas sobre processo de 'fast track" sugerido em Genebra para acelerar aprovação do Open XML pelo ISO.

Por Guilherme Felitti, repórter do IDG Now!

07/03/2008 às 12h31

Foto:

Entre uma saraivada de acusações que pontuam blogs interessados na reunião da ISO que deverá apontar se o padrão Open XML ganhará ou não certificação como modelo de documento eletrônico, a Microsoft Brasil finalmente resolveu falar sobre a votação, acontecida em Genebra na última semana de fevereiro.

Participantes da Ballot Resolution Meeting (BRM), como o líder da delegação norte-americana Frank Farance e o ativista e advogado Andy Updegrove, criticaram o grande volume de modificações (cerca de 900) que tiveram que ser debatidas e votadas em um espaço de cinco dias, o que causou um processo de "fast track", onde alterações em bloco eram votadas.

"O processo de 'fast track' começou lá atrás, sem saber o número de comentários (que o Open XML teria). Pelo processo, quando começa, não se sabe se haverão um, dois ou muitos itens, ainda mais com a participação que houve (no BRM)", afirma Roberto Prado, gerente de estratégias da Microsoft Brasil.

O número de alterações propostas pelas 32 delegações participantes "gerou massa crítica", com a discussão engrandecendo todo mundo, já que, por mais que haja discordância, o debate "visa aperfeiçoar o padrão", segundo Prado.

"Não entendi porque a surpresa. Não tenho memória de padrão que tenha sido tão debatido", analisa o executivo, que elogiou também a competência técnica da delegação brasileira na BRM, que contou com comentários em tempo real no blog de Jomar Silva, diretor geral da ODF Alliance Chapter Brazil.

Prado também comentou a possibilidade do pacote corporativo Office adotar nativamente o padrão rival OpenDocument Format caso o Open XML não ganhe certificação da ISO.

"Na verdade, já temos um tradutor para salvar e abrir arquivos OpenDocument Format no Office (disponível dentro do SourceForge.net). Mas a gente vai aguardar o resultado da BRM. É cedo para falar nisto. Fizemos um ótimo trabalho, com uma discussão produtiva que gerou comentários e sugestões que fizeram o protocolo evoluiu muito".

Após a reunião em Genebra, as 32 delegações têm até o dia 29 de março para analisar as alterações propostas no padrão criado pela Microsoft e votar se o Open XML tem competência técnica para ser aprovado como padrão ISO para documentos eletrônicos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail