Home > Notícias

Microsoft deixa Internet Explorer sem nova engine de navegação do Spartan

Empresa traçou uma linha clara entre seus browsers e deixou apenas o novo Project Spartan como a opção para a web moderna. IE11 será focado em legado.

PC World / EUA

25/03/2015 às 12h53

microsoftlogo_520.jpg
Foto:

A Microsoft está ficando ainda mais séria sobre diferenciar o Internet Explorer e o seu novo browser para o Windows 10, o Project Spartan. Quando o novo sistema chegar, o IE11 não vai usar o Edge, a nova engine de renderização feita para o Spartan. Em vez disso, o IE 11 continuará com a engine Trident – exatamente como acontece no Windows 8.1.

O plano original da Microsoft era permitir que tanto o Internet Explorer quanto o Project Spartan usassem o Edge. Os dois navegadores poderiam voltar ao Trident em sites usando tecnologias web de lado da Microsoft. Mas, após feedback dos desenvolvedores, a Microsoft resolveu delimitar uma linha clara entre os dois browsers: o IE 11 é para sites legado (especialmente sites de intranet de empresas e web apps) enquanto o Spartan é para a web moderna.

O impacto na sua casa

Desenha uma linha clara para diferenciar o IE e o Spartan só pode ser algo bom para os usuários. Se você quer um navegador que abrace a web moderna e oferece recursos avançados como um “reader mode” e integração com o Cortana, então o Spartan é o seu browser. E quem precisar acessar tecnologias de legado da Microsoft pode usar o IE11.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail