Home > Notícias

Microsoft detalha estratégia para reforçar plataforma Live Search

Empresa estuda padrões de comportamento de internautas e integração de buscas com MSN e Excel para ganhar espaço sem Yahoo.

InfoWorld/EUA

20/08/2008 às 10h06

Foto:

Embora tenha apenas 10% de participação no mercado de buscas com sua tecnologia Live Search, a Microsoft diz ter grandes planos para aprimorar sua plataforma diante de uma possibilidade, atualmente remota, de aquisição do Yahoo.

"Neste momento estamos concentrados em construir nossa estratégia orgânica", afirmou o vice-presidente do portal de buscas e da plataforma de publicidade da companhia, Satya Nadella, durante o evento Search Engine Strategies 2008, em São José, na Califórnia (EUA), na terça-feira (19/08). Nadella não quis falar sobre futuros planos da Microsoft em relação ao Yahoo.

Leia também:
> Powerset, o buscador comprado pela MS
> Após e-mail, busca é maior atividade na web
> Conheça a nova geração de serviços de buscas

O executivo da Microsoft afirmou que, hoje, o mercado de buscas hoje movimenta 15 bilhões de dólares nos Estados Unidos e mais de 50% das atividades de buscas têm uma duração média de 30 minutos. "A capacidade de interagir com um buscador é talvez a mais simples que já existiu", declarou.

Nadella citou três tendências que devem mudar o futuro das buscas: a intenção do usuário e a capacidade de entender melhor essa intenção; o conteúdo e o contexto com habilidade para entender e direcionar melhor a experiência individual de buscas, que é o principal caminho para a eficiência em publicidade e fonte de renda para produtores de conteúdo.

O executivo explicou que Microsoft está trabalhando para identificar padrões de buscas, procurando entender e analisar a as experiências de internet dos usuários.
++++
Durante o evento, a Microsoft citou o lançamento do adCenter Add-in para o Excel, uma ferramenta de buscas por palavras-chave, ainda em versão beta, baseada em seu software de planilhas.

Outra tendência em buscadores envolve o aumento do conteúdo indexado, incluindo a proliferação de imagens em formatos multimídia. Além disso, os buscadores devem trabalhar para entender melhor dados como tempo e localização. "A intenção do usuário e o contexto devem ser compreendidos pelos fornecedores de buscas", disse Nadella.

Com a aquisição da PowerSet, segundo Nadella, empresa especializada em busca semântica, a Microsoft espera melhorar os resultados das buscas e simplificar tarefas-chave no Microsoft Live Search.

A Microsoft também está buscando ampliar as funções de buscas em outros serviços como o MSN. "Dizer que não somos uma companhia de mídia seria hipocrisia", comentou Nadella, acrescentando que o lugar da Microsoft na cadeia de valor de mídia envolve buscas, portal e ferramentas de comunicação, não apenas fornecendo seu próprio conteúdo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail