Home > Notícias

Microsoft e Amazon.com fecham acordo quando ao uso de patentes

Negócio estabelece que uma empresa poderá usar a tecnologia patenteada pela outra, incluindo a dos leitores digitais Kindle.

James Niccolai, do IDG News Service

23/02/2010 às 8h24

Foto:

A Amazon.com concordou em pagar à Microsoft uma quantia ainda não revelada, como parte de um acordo de licenciamento de patentes entre as empresas, ambas revelaram por comunicado na segunda-feira (22/2). O acordo dá a cada uma acesso ao portfólio de patentes da outra e abrange uma ampla gama de produtos e tecnologias.

O acordo vai proteger a Amazon.COM de litígios de patente contra o Kindle, que inclui alguns componentes de código aberto e usa servidores baseados no Linux, disse a Microsoft.

Pela declaração feita na segunda-feira, não ficou evidente quais produtos estão envolvidos, uma vez que os termos da parceria são confidenciais. Nenhum porta-voz comentou o negócio.

Desde o ano passado, a Microsoft tem afirmado que softwares de código aberto como o Linux podem violar centenas de suas patentes de tecnologia. Esta posição irritou os defensores do “open-source”, já que a empresa norte-americana não revelou quais patentes estavam sendo infringidas.

No início do ano passado a Microsoft processou a fabricante de sistemas de navegação em automóveis, TomTom, alegando que a empresa violava oito de suas patentes, incluindo três relacionadas a aplicação do Linux.

A Microsoft destacou que assinou quase 600 acordos de licenças similares desde dezembro de 2002, com empresas como Apple, Hewlett-Packard, LG Electronics, Novell, e Samsung Electronics. Os acordos fazem parte de um amplo programa de licenciamento de IP que a Microsoft iniciou em 2002.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail