Home > Notícias

Microsoft e Samsung trazem mesa inteligente para o Brasil

Batizado de SUR40, produto é voltado para empresas que lidam com o consumidor final, como agências de turismo, concessionárias e bancos.

Renato Rodrigues

20/06/2012 às 15h57

Foto:

Anunciada com alarde há cerca de dois anos, a mesa Surface (não confundir com o tablet) finalmente é um produto comercial. Durante a feira de tecnologia bancária CIAB 2012, Samsung e Microsoft anunciaram que estão trazendo a tecnologia para empresas no País.

Agora com o nome "SUR40 com Microsoft PixelSense", o produto é voltado para empresas como bancos, varejistas e imobiliárias, entre outras. Em bancos, ela poderia ser usada em agências "sem papel" - o cliente assinaria documentos na própria tela.

Em termos tecnológicos, a mesa Surface não é sensível ao toque. A tela, de 40 polegadas, possui mais de 2 milhões de sensores infravermelhos, explica Ricardo Tiltscher, diretor de B2B da Samsung, fabricante do dispositivo. Feita na Coreia, a SUR40 usa um processador gráfico AMD Athlon X2 245e, de 2,9 GHz, e tem portas USB, HDMi e SD Card. 

Os sensores "leem" movimentos próximos à tela (não é preciso tocá-la). Isso permite mapear movimentos e até objetos, como miniaturas ou cartões com códigos. A mesa suporta até 50 toques simultâneos, explica Tiltscher.

De acordo com Cristina de Luca, da Microsoft, as soluções de interatividade são criadas em parceria com a Samsung e um desenvolvedor de aplicativo.

Durante a demonstração, os executivos exibiram um aplicativo do MacDonalds, em que o cliente pode arrastar fotos dos produtos para uma tela que mostra informações nutricionais. 

"Em uma loja de roupas, por exemplo, o cliente pode colocar uma peça em cima da mesa. Ela lê o código na etiqueta e sugere combinações", diz Bruno Bonfanti,da Rekoni, desenvolvedora de software. É o chamado upselling.

Outros usos possíveis são em agências de turismo e concessionárias - o cliente monta o pedido arrastando fotos.

De acordo com Cristina, o mercado do dispositivo é estimado em "milhares", já no primeiro ano.

A venda, que começa em agosto, será por meio da Samsung e da Microsoft. A SUR40 custa 45 mil reais, valor que inclui a licença do Windows 7, o aplicativo do buscador Bing e o software SDK para desenvolvimento de ferramentas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail