Home > Notícias

Microsoft e Yahoo voltam a conversar sobre acordo

Negociações girariam em torno de unir esforços na área de busca como tentativa de frear crescimento na participação do Google

ComputerWorld / EUA

13/04/2009 às 8h30

Foto:

Quase um ano após a Microsoft desistir de comprar o Yahoo, as duas companhias voltam a conversar sobre um possível negócio. As conversas, dessa vez, não são sobre compra, mas pode gerar um acordo de união dos esforços na área de busca, afirmou o Wall Street Journal.

Microsoft e Yahoo não são os melhores amigos desde que a oferta pela compra do Yahoo foi rejeitada, em maio do ano passado. Porém, o inimigo principal das duas empreas, o Google, pode ter motivado a retomada das conversas.

Em março, segundo a consultoria Hitwise, o Google foi o mecanismo usado em 72% de todas as buscas feitas na internet nos Estados Unidos. No período, o Yahoo Search foi responsável por 16% das buscas, enquanto o MSN Search alcançou apenas 5,5%.

"É de interesse de ambas as companhias fazer um acordo em buscas", disse Dan Olds, analista da Gabriel Consulting Group. "O Google possui dois terços do mercado de buscas atual e não mostra qualquer sinal de perder essa participação. O Yahoo e Microsoft precisam unir seus esforços para ter qualquer chance de ameaçar a crescente participação do Google no mercado", completou o analista.

Olds lembrou também que a atual CEO do Yahoo, Carol Bartz, não comandava a companhia durante as negociações com a Microsoft no ano passado. Por isso, as tensões entre as companhias podem ser dissipadas neste ano.

Um dos temas das novas negociações pode ser a implementação de uma busca em tempo real para o Twitter. Microsoft e Yahoo estariam procurando formas de torná-la rentável.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail