Home > Notícias

Microsoft lança HPC Server 2008 para computação de alta performance

Sucessor do Windows Compute Cluster Server 2003 para computação de alta performance chega a fabricantes de equipamentos.

Computerworld/EUA

23/09/2008 às 9h20

Foto:

Pode parecer um período complicado para ir a Wall Street e anunciar um novo sistema operacional para computação de alta performance, mas foi exatamente o que fez a Microsoft nesta segunda-feira (22/09).

A empresa fez uma coletiva em Nova York para detalhar o Windows HPC Server 2008, sucessor do Windows Compute Cluster Server 2003, que começa a chegar a fabricantes de equipamentos.

De acordo com a Microsoft, a versão turbinada do Windows é capaz de escalar de dois a 2 mil ou mais nós de servidores ao preço de 475 dólares por nó, sendo que cada um pode conter entre um e quatro processadores.

Cópias de avaliação da versão final do HPC Server 2008
podem ser baixadas no site da Microsoft. Na semana passada, a empresa
de hardware Cray Inc. informou que estava se unindo à Microsoft e à
Intel para oferecer um supercomputador que roda o HPC Server 2008, com
valor inicial de 25 mil dólares.

A nova funcionalidade de administração e diagnóstico do HPC Server 2008 foi desenvolvida para aprimorar a habilidade dos administradores de sistemas em identificar problemas de performance, como latência e suas causas originais. O software ainda é integrado a aplicações de desktop - um usuário trabalhando no Excel pode enviar um processo de trabalho a um cluster no HPC com apenas um clique, da mesma forma que envia um documento para impressão.

A Microsoft detalhou também que o HPC Server 2008 permitirá que usuários rodem algoritmos complexos, como aqueles que determinam o montante de risco envolvido em portfólios de investimentos, em um ambiente paralelo de múltiplos servidores, sem que o código da aplicação seja reescrito. Esta nova habilidade que suporta o protocolo de comunicação Message Passing Interface (MPI) pode ser a característica mais importante do HPC Server 2008 para empresas de serviços financeiras.

O suporte ao MPI é necessário para aplicações paralelas, nas quais partes de processos computacionais rodam em diferentes servidores, mas se comunicam.

O avanço da computação paralela é o principal objetivo do HPC. A Microsoft está trabalhando, por exemplo, para oferecer o F#, uma linguagem funcional de programação que será eventualmente integrada ao Visual Studio 2008 para desenvolvimentos paralelos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail