Home > Notícias

Microsoft libera XP em ultraportáteis, mas impõe restrições para uso

Comunicado aos fabricantes estabelece que, para usar o sistema, pequenos devem ter tela de até 10,2" e disco de no máximo 80GB.

IDG News Service/EUA

12/05/2008 às 9h47

Foto:

A Microsoft vai lançar um programa para promover a utilização dos seus sistemas operacionais Windows em PCs ultraportáteis que terá como efeito a limitação das capacidades de hardware deste tipo de dispositivo, apurou o IDG News Service.

A empresa pretende oferecer aos fabricantes de PCs descontos no Windows XP Home Edition para incentivá-los a utilizar o sistema operacional no lugar do Linux em computadores ultraportáteis de baixo custo. Para ser elegível, no entanto, o PC deve ter tela de até 10,2 polegadas, disco rígido de 80GB (gigabytes) e não ter tela sensível ao toque.

O programa é descrito em documentos confidenciais que a Microsoft enviou para fornecedores de PC no mês passado, e que foram obtidos pelo IDG News Service. A meta é aparentemente limitar as capacidades de hardware dos ultraportáteis de modo que eles não canibalizem o mercado de PCs com o Windows Vista.

A imposição das limitações resolve uma série de problemas para a indústria de PCs, disse o analista Roger Kay, presidente da End Point Technologies Associates. "Isso permite que os fabricantes de PCs forneçam alternativas de baixo custo, e evita a erosão dos preços e das margens no mercado de sistemas operacionais", disse ele.

A Microsoft se recusou a comentar os documentos.

Os ultraportáteis estão na faixa de preço de 250 dólares a 500 dólares. O Asus Eee PC, o Classmate PC e o XO são exemplos da categoria. Os sistemas já têm configurações limitadas de hardware.

Conheça os ultraportáteis:
> Fotos: Classmate PC
> Veja o notebook de 199 dólares

> XO x ClassMate x Mobilis

Mais de vinte outros projetos estão previstos para entrar no mercado ao longo dos próximos seis meses, e a Microsoft projeta vendas de 10 milhões a 13 milhões de aparelhos na categoria neste ano, de acordo com os documentos. A previsão da IDC é mais modesta: 9 milhões de unidades em 2012, contra 500 mil no ano passado.
++++
Ao oferecer o Windows XP Home Edition a preços menores, a Microsoft espera garantir o seu lugar no mercado e reduzir o uso do Linux.

A Microsoft disse que tem planos de deixar de vender novas licenças Windows XP após 30 de junho, mas o XP Home para ultraportáteis é uma exceção.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail