Home > Notícias

Microsoft não quer mais comprar, mas aceitaria parceria com o Yahoo

O CEO Steve Ballmer disse que não está interessado em “voltar atrás”, mas não descarta uma parceria para as buscas online.

Redação do IDG Now!

07/11/2008 às 8h25

Foto:

A Microsoft não tem mais interesse no portal de internet Yahoo. Foi o que disse Steve Ballmer, Chief Executive Officer da Microsoft, durante um almoço de negócios em Sidney, informou nesta sexta-feira (7/11) a agência de notícias Associated Press.

Segundo a agência, Ballmer disse que a Microsoft fez várias ofertas e o Yahoo “deixou claro que não queria ser comprado”. Por causa do fracasso nas negociações, Ballmer disse que sua companhia “não está interessada em voltar atrás” e passar pelo desgastante processo de negociação.

Ballmer disse ainda que vê possibilidades de fechar uma parceria com o Yahoo para o segmento de buscas online. Ele não entrou em detalhes sobre os termos dessa parceria.

Na quarta-feira à noite (05/11), Jerry Yang disse que “a melhor coisa para a Microsoft fazer é comprar o Yahoo”, durante sua participação no Web 2.0 Summit, em São Francisco, EUA.  No mesmo dia, o Google confirmou que desistiu de um acordo na área de publicidade online com o Yahoo, por causa das pressões das autoridades antitruste norte-americanas.

O acordo renderia uma receita de 800 milhões de dólares nos próximos quatro anos ao Yahoo. Sem o acordo, a companhia de Jerry Yang se vê em uma situação bastante delicada para conseguir equilibrar suas contas.

Há um ano, as ações do Yahoo estavam cotadas a 27 dólares. Ontem fecharam a quase 14 dólares e a oferta final da Microsoft – e que foi recusada pelo Yahoo - foi de 33 dólares.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail