Home > Notícias

Microsoft não vai produzir smartphone, afirma Steve Balmer

Em entrevista ao blog TechCrunch, executivo rechaça rumores de fabricação do gadget e reafirma atuação no setor de softwares.

Redação Macworld Brasil

25/09/2009 às 13h35

Foto:

O presidente da Microsoft, Steve Ballmer, concedeu uma entrevista ao site TechCrunch,
na qual falou sobre temas como o rumor sobre o lançamento de um
smartphone da Microsoft e sobre a participação da Apple nesse mercado,
entre outras coisas.

Ele afirmou que a Apple lida bem com volumes menores de vendas,
“nichos”. “Eles vendem 30 milhões de iPods por ano, algo assim... Quando
você salta para 300 milhões, 500 milhões, bilhões por ano, a verdade é
que precisará de vários pontos de produção, com muita inovação em
sua cadeia de suprimento, para ter diversidade geográfica. E o que
queremos com nosso software é oferecer grande volume."

Perguntado
sobre “o iPhone da Microsoft”, o executivo afirmou que “quando você
tiver um volume de 1,3 bilhão de smartphones vendidos por ano, o
software mais vendido para esses equipamentos será um programa
oferecido por alguém que não produz seu próprio aparelho. Não queremos
cruzar esse vale no curto prazo e perder a guerra no longo prazo. Por
isso achamos que o campo do software é o lado certo para nós em matéria
de grandes volumes”, descartando a produção do aparelho, pelo menos no
momento. Recentemente, Ballmer tomou um iPhone das mãos de um de seus funcionários, jogou no chão e deu a entender que iria pisá-lo.

As vendas de smartphones devem superar as de computadores até o final de 2011,
segundo um relatório da empresa de pesquisas RBC, divulgado em julho.
Um analista da companhia, Mike Abramsky, estima que nesse momento as
vendas de ambos os produtos estarão na casa dos 400 milhões de unidades
por ano, com pequena vantagem para os celulares.

No segundo trimestre do ano as vendas mundiais do iPhone tiveram forte crescimento (mais de 500%),
segundo o Gartner. Segundo o instituto de pesquisas, foram vendidos no
período nada menos que  5,4 milhões aparelhos, contra 829 mil unidades
comercializadas no mesmo período de 2008. No Brasil, o crescimento nas vendas foi de 141% no segundo trimestre do ano.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail