Home > Notícias

Microsoft parte para o ataque contra a Apple

Empresa de relações públicas da Microsoft produz uma nota afirmando que é mais vantajoso ter um sistema Windows do que um Mac.

PC World/EUA

16/10/2008 às 10h22

Foto:

Você paga uma "taxa Apple"? Bem, se você tem um Mac, a Microsoft acha que sim - ou ao menos a máquina de relações públicas da companhia. Na última terça, a Microsoft levantou alguns temas e fez com que sua agência de comunicação, a Waggener Edstrom, circulasse-os pela mídia explicando as razões de os usuários Mac pagarem mais por um computador. O que fez com que esse comunicado fosse divulgado? Talvez o grande lançamento de notebooks da Apple.

A Microsoft parte do princípio que os consumidores da Apple pagam mais por menos opção de escolha, mas irão encontrar muito mais liberdade e flexibilidade em uma máquina com Windows. Brad Brooks, vice-presidente de marketing de produtos Windows, foi além disso e causou polêmica ao explicar por que os consumidores devem escolher o Vista em vez do Leopard, em uma conversa com Ina Fried, da C|Net

"Há uma taxa por aí para as pessoas que avaliam suas escolhas para a próxima temporada de compras de fim de ano", disse Brooks. "Há uma taxa pela escolha, que, bem, se você vai comprar uma máquina que não é branca, preta ou prateada, e se a quer em múltiplas configurações distintas ou preços variados, você vai pagar a taxa se optar pela Apple".

Brooks ainda disse que a taxa está inclusa nos aplicativos para a Apple - e que os donos de Mac não têm acesso a programas como o Outlook, e ainda reclamou da segurança no Mac, dizendo que o Vista é mais seguro. (veja as diferenças entre o Mac OS X e o Vista)

O comunicado da Microsoft:

"A economia causa impacto nas escolhas dos consumidores, mas os Macs, graças a seu perfil mais elevado, não é vendido para um mercado mais conservador. Em 29 de setembro, o banco Morgan Stanley disse que 'O crescimento do mercado de PCs está desacelerando, e o que resta para crescer é o cada vez maior mercado abaixo de 1.000 dólares, onde a Apple não participa". Mesmo se a Apple derrube seus preços, a Taxa Apple ainda deixa o preço dos Macs bem longe da faixa abaixo de 1.000 dólares.

Você consegue um notebook com disco rígido maior, mais RAM, leitor de cartões, mais portas USB e uma tela maior por muito menos que um Mac... E pode atualizar qualquer desktop com Windows, mas o único Mac que permite upgrades significativos é o Mac Pro, que custa 2.799 dólares.

Recomprar software para fazer seu Mac rodar as coisas que o seu PC faz custa centenas de dólares. Comprar um Mac significa jogar fora seu software e comprar novos aplicativos (por mais de 1.100 dólares) que rodam no Mac, só para fazer coisas que você faria em um PC novo com programas que já tem.

HDMI, Blu-ray, eSATA, leitores de cartão, 3G integrado, leitores de impressão digital, sintonizadores de TV - esses itens estão integrados aos PCs faz tempo, mas nenhum deles existe em um Mac. (...) Já que é tão fácil atualizar um PC, isso significa que seu computador está melhor preparado para o futuro, e você pode ter a tecnologia de amanhã instalada no minuto que estiver disponível."

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail