Home > Notícias

Microsoft poderá pagar US$ 290 milhões por violação de patente

Decisão judicial também impede a companhia de vender qualquer produto que possa abrir arquivos com as extensões .XML, .DOCX ou .DOCM.

Redação do IDG Now!

12/08/2009 às 11h24

Foto:

Um juiz norte-americano considerou a Microsoft culpada em um caso de violação de patentes e ordenou que a empresa pagasse uma indenização de 290 milhões de dólares para a empresa canadense i4i, informou nesta quarta-feira (12/8) a agência de notícias Reuters.

A i4i desenvolveu um programa para a manipulação de documentos e alegou que uma de suas patentes foi violada pela Microsoft no aplicativo Word. O juiz também impediu que a companhia de Redmond venda qualquer produto que possa abrir arquivos com as extensões .XML, .DOCX ou .DOCM.

A Microsoft ainda não se manifestou oficialmente nem anunciou se irá recorrer da decisão judicial, que terá um forte impacto na venda do Office, pacote de aplicativos para escritório que, além do Word, conta com o PowerPoint, Excel, Access e outros programas. Junto ao Windows, a suíte de programas é um dos principais produtos da companhia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail