Home > Notícias

Microsoft prepara atualização que identifica usuários pirata do Vista

Update encontra PCs utilizando dois dos ‘cracks’ mais comuns para rodar cópias pirata do sistema, que serão desabilitadas pelo SP1.

Computerworld/EUA

22/02/2008 às 10h03

Foto:

A Microsoft vai liberar uma atualização para usuários do Windows Vista na próxima semana que deve identificar cópias pirata do sistema instaladas com “cracks”, que devem ser desabilitadas quando o Service Pack 1 (SP1) for liberado em meados de março.

A atualização será liberada via Windows Update (WU) e automaticamente instalada na maioria das máquinas rodando Windows Vista. O update vai detectar dois dos “cracks” mais usados para ativar cópias piratas do produto.

Os “cracks” driblam a tecnologia de detecção de cópias falsas do Vista, simulando uma instalação legítima.

Um dos “cracks”, conhecido como "Grace Timer", amplia o prazo de ativação gratuita do sistema, que normalmente é de 30 dias, até o ano de 2099. O outro, chamado OEM BIOS, modifica os arquivos e a BIOS do computador para simular a ativação feita por fabricantes de computadores na fábrica.

Ambos serão bloqueados pelo Vista SP1. A atualização de fevereiro vai detector os “cracks” e notificar os usuários, oferecendo uma possível solução, mas não vai desabilitar os sistemas.

Quando liberar a atualização, a empresa vai fornecer separadamente uma ferramenta para remover os “cracks”.

Se os usuários não fizerem a remoção e instalarem o SP1, começarão a receber mensagens exigindo a legalização – os usuários do Grace Timer imediatamente e os usuários do OEM BIOS 15 dias depois.

Antes de liberar o SP1, a Microsoft precisa corrigir um problema com atualizações prévias que levavam os computadores a reiniciar infinitamente.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail